Imagem de capa de Blade H2
Blade H2

Blade H2

Cidade/EstadoDivinópolis / MG
Plays778.470plays
Tamanho
Imprimir

Dia De Lavagem

Composição: Blade H2

Minha mãe ta gritando destruí as toalhas secando meu carro Meu pai preveu que esse mês o talão dagua é mais caro Loto a garagem de patrícia com a roupa molhada E as fofoqueira ve de longe com a cara fechada Eu até tenho consciência que a inveja bate Mas sem cogitação de eu não lavar minha nave Parece cena de filme ein, vizinha ta nervosa As dona ensaboada e os marido na minha porta Um tanto interessante o que era pra ser rotina Comecei lavando o carro e as dona transformou em festinha Minha garagem é popular na quebra, herdei a maior fama E a única regra pras fight é a camiseta branca Tem cirok na roda, o portão fica fechado E depois da quarta dose elas quer conhecer meu quarto Dizem que o blade ta flertando na garagem E que essas dona ta exalando sacanagem Pra minha mãe vou dizer vou só lavar meu carro E se ela perceber que é farra vai ser complicado Pra elas vou pedir, deixa baixo...mais é festinha Pode trazer o biquine que o freezer já tem bebida Minha casa é um lavajato, sensualismo puro Elas não vão embora e os penetra quer pular o muro Minha mãe ta gritando destruí as toalhas secando meu carro Meu pai preveu que esse mês o talão dagua é mais caro Loto a garagem de patrícia com a roupa molhada E as fofoqueira ve de longe com a cara fechada Eu até tenho consciência que a inveja bate Mas sem cogitação de eu não lavar minha nave Mostra que é prendada, lava peça por peça E se lambuza toda no álcool com groselha Sabe que eu fico louco, por isso se insinua Em cima do capô e quase sempre a gente truva De coração vazio e transbordando o copo Atrás de atitude, quem curte proza é psicólogo E eu sou receptivo hein, bora cair pra dentro E quando eu fechar a porta é tarde pra arrependimento E se me perguntarem qual é o meu fechamento Eu vou dizer que eu to fechado com essas dona E se me questionarem, eu só lamento A vida é curta pra eu me apegar em pouca coisa Lavam com gosto, essa nave é abrigo das dona Das vezes que virou motel, eu confesso perdi a conta Algumas escandalizadas dizem que eu to sem limites Mas não vai recusar se receber o meu convite Vem pra garagem do blade Minha mãe ta gritando destruí as toalhas secando meu carro Meu pai preveu que esse mês o talão dagua é mais caro Loto a garagem de patrícia com a roupa molhada E as fofoqueira ve de longe com a cara fechada Eu até tenho consciência que a inveja bate Mas sem cogitação de eu não lavar minha nave

17.805

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica