O Novo Fim

Bruno Souri / Fabio Vilela / Yuri Oliver / Marcelo Estevão

Nem todo homem solitário é um homem sem direção
Nem todo gesto solidário carrega uma boa intenção
Cuidado, pra não ser enjaulado, saiba qual é seu limite
E por isso cultive a fera indomável que só você sabe que existe

Não seja o leão desdentado e adestrado pra ser motivo da graça
Quem não se levanta contra o caçador não vive o dia da caça
Então vá! Corra, lute, mate, morra, porra! Renasça!
Foda-se o talento, ganhe sua vida na raça

Afie suas garras porque o novo fim já começou

Ooooooh ooooooh ooooooh
Fogo cruzando o céu, muita gente no chão
A noiva sem o véu, a guerra começou

É o final da festa, cinzas no pulmão
A mira em sua testa, a paz acabou

Se todo conselho que você ouviu te fosse vendido e não dado
Quanto custaria ouvir novamente aquele conselho errado?
Tudo?! Nada?! Um pouco de tempo, uma vida… ou quem sabe a morte?
Em um mundo tão desgovernado a lei que impera é a lei do mais forte

Não conte com a sorte, pra toda sorte, ela está contra você
Só siga seu norte, trace o caminho que só você vai percorrer
Então vá! Não há quem faça mais por você do que sua própria vontade
Use essa força que nasce de dentro porque ela é de verdade

Não seja o leão desdentado e adestrado pra ser motivo da graça
Quem não se levanta contra o caçador não vive o dia da caça
Então vá! Corra, lute, mate, morra, porra! Renasça!
Foda-se o talento, ganhe sua vida na raça

Carregue suas armas o o novo fim já começou

Ooooooh ooooooh ooooooh
A absorção do réu, o grito do patrão
O amargar do mel, a guerra começou

Gente passando mal, não há moderação
No doce do metal da bala que alojou

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (4)

Fotos (20)

Clipes (10)

Release

Nossa história começa em 2012, escolhendo o nome mais louco que pudesse vir à cabeça. Não precisava fazer sentido, bastava soar psicodélico e original pra ter a cara da banda. Depois de riscarmos centenas de possibilidades loucas, chegamos ao nome que seria anunciado no dia do nosso primeiro show, em 31 de março daquele ano.

A estréia foi massa, e a coisa acabou ficando séria. Os shows nas casas underground eram incríveis e cada vez mais cheios. A galera começava a comentar que algo diferente tinha surgido na cidade, e a gente decidiu se jogar em um concurso de bandas. O concurso nos concedeu como prêmio a gravação de 7 músicas. Foi daí que surgiu o "Mais Perto do Céu".

O EP levou nossa música pra fora da cidade, e ...

Continuar lendo>>