Luciano Tanure

Cidade/EstadoAraçuaí / MG
Plays6.396plays
Tamanho
Imprimir

Acalanto às quatro rosas

Composição: Luciano Tanure

É, eu sei A noite vai chover Já cobri as rosas pra você olhar A sussurrar pra mim, eu lembro Que vão acordar Corre aqui,vem cá pro quintal Bem ali uma rosa se feriu Então pediu-me a mão Chorando e eu a sorrir fiz essa canção Vem cantar que as quatro rosas mais tarde serão iguais A mãe que sempre quis E não estas aqui Pois temo a quem partiu Sem se despedir Procurei outra rosa por ai Esperei na varanda e foi que eu vi Que não pertence a mim os beijos da rosa bem lá no portão Corro enfim, no espelho eu vi Pranto em mim Pela primeira vez virei e me surpreendi Com o grito da rosa, canta pra eu dormir Lá, la ia a, la la ia, lai a. Vem cantar que as quatro rosas mais tarde serão iguais A mãe que sempre quis E não estas aqui Pois temo a quem partiu Sem se despedir Hoje eu e as quatro rosas também vão cantar pra ti Que o tempo nos feriu de tão veloz que foi Pois temo a quem partiu sem se despedir de mim

324

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica