Imagem de capa de Ory Souza, Selvagem por Excelência
Ory Souza, Selvagem por Excelência
EstiloSertanejo
Plays259.068plays
Tamanho
Imprimir

Soberano da tropa

Composição: Ory Souza

A tropa erada de peso, existia um touro mocho Touro valente e ligeiro, daqueles do saco roxo Pisava a ponta do casco, mal encostava o capim Quando separou do lote eu gritei, deixa pra mim Desatei o doze-braça' e gritei para o parceiro É dono do touro mocho quem laçar ele primeiro Zé Fortuna pescoceou o mocho que deu no pé O lançante era forte, o mocho arrastou o Zé Rolando neste lançante sem saber o que fazer Na direção de um penhasco, coisa feia de se ver Zé gritou, chega, parceiro, ou então vamos morrer Se cair neste penhasco nem corvo acha pra comer Não te assusta, meu parceiro, que já estamos chegando Arrojei o Dinamite e o mocho fui pescoceando Ringiu a argola do laço, o travessão e a sela O peso do Dinamite fez mocho abrir a goela O mocho largou fincado, Dinamite aguentou o peso Cortou a presilha do laço, o Zé Fortuna sai ileso Convidei o Dinamite que cravou os casco' no chão Arrastou o mocho de volta e iniciou a carneação No embalo que o mocho ia o golpe foi coordenado O mocho caiu de lombo com o pescoço quebrado O xiru velho açougueiro terminou a carneação E eu e o' meus companheiros seguimo' a nossa missão

1.543

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica