A era de ferro

EstiloHard Rock
Cidade/EstadoSão Paulo / SP
Plays19.362plays
Tamanho
Imprimir

BR 15

Composição: Teobaldo vilela, Heine Allemagne,Farouk

Já vendi meu amanhã, Pelo medo de errar. No impasse é sempre assim, Covardes tendem a se mostrar. O nada é a repetição, Transcede o que se pode ver. Se um é pouco em um milhão, Nada vale pra se perder Se perder, pra por amor onde não há. Se perder, não há contrato para honrrar. Eu comprei por preço vil, O que Deus não quis me dar. O amor é pago em sangue, E eu não tinha pra quitar. Olhos de São Tomé em fogo de Nero vão se queimar. Molde sua própria cruz na fé que existe além do altar. Se perder, viva o amor onde não há. Se perder, não há contrato para honrrar. Se perder, viva o amor onde não há. Se perder, não há contrato para honrrar. Se perder, viva o amor...

1.606

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica