Imagem de capa de Afronauta

Afronauta

Cidade/EstadoSão Paulo / SP
Plays12.853plays
Tamanho
Imprimir

Rimas À Prova De Balas

Composição: Afronauta

Visitante do próprio mundo, mó fita Onde é crime pular o muro do labirinto sem saída Tô vagando pro aí com meu remédio em falta Parei do tratamento e o médico não me deu alta Eles criam a doença pra vender a cura Pra você esquecer que a vida é dura Bando de ramela falando em postura Dos destroços é onde nasceu a cultura Contra essa maldade com face de ternura Contra essa rajada que meu peito fura Contra essa maldade com face de ternura Contra essa rajada que meu peito fura Faço rimas à prova de bala Sua visão de mundo é do sofá da sala Tudo é ferida aberta e não sara Tô na rua, tudo ao vivo e não para Minha voz até cala, levam o meu corpo E aí que o jogo vira, eu rimo depois de morto Melhor ter um plano b, Ataquei varias mentes pra você vê, Pode formatar o HD, Tô fudido, vou dizer, ninguém vai se comover De cara limpa, sem dublê, Vendo o que ninguém quer vê Tudo bem, não há de que, Mas cansa ter q pensar por você No piloto automático e sua vida blasé Meu nome não é Toby, prazer Kunta Kinte Sigo rimando Jimmi Hendrix e eles jogando Guitar Hero Táxi Driver, loucura, Robert de Niro Troco rima e não tiro Faço rimas à prova de bala Sua visão de mundo é do sofá da sala Isso tudo é ferida aberta e não sara Tô na rua, tudo ao vivo e não para Rimas à prova de bala Você no sofá da sala Ferida aberta não sara Na rua ao vivo não para Minha voz até cala Pode ter um plano b Ataquei as mentes pode vê Pode formatar o Hd Tô fudido e vou dizer Ninguém vai se comover Cara limpa sem dublê Vendo oq vc não que vê Tudo bem não há de que Cansei ter pensar por vc Você na vida blase Prazer, kunta kinte! Rimas à prova de bala Você no sofá da sala Ferida aberta não sara Na rua ao vivo não para

1.360

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica