Triathlon

EstiloReggae
Cidade/EstadoPorto Alegre / RS
Plays211.914plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesRobert Lucas e outros 775 ouvintes
Fã-clubeGleidson Neves e outros 30 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Maurício LevyVoz, Violão
Italo BattistellaVoz, Guitarra Solo
Brono CoronelBateria
Ver mais integrantes

Release

A Triathlon é um projeto iniciado em julho de 2010, realizado a partir da união de 6 pessoas que têm uma coisa em comum: amor à música. Depois de cada integrante ter passado por diversos estilos musicais em outras bandas, encontraram neste projeto a possibilidade de serem livres, não se prender a um ou outro estilo. A musicalidade engloba o ska, o funk, o rock, o reggae, o rap, a pscicodelia, uma mistura de todas as diversas influências de seus seis integrantes. Explorando o que cada um tem de melhor, criando com liberdade, amor, alma e muita energia, vieram para agregar um caráter único no cenário nacional. Suas letras visam a mudança, o despertar do senso crítco do povo. Buscam um novo mundo, um novo lugar.

Playlists relacionadas

Contrate

Rita Aguirre / Italo Battistella

(51) 3574 - 6000 | (51) 9210 - 7578http://www.bandatriathlon.com.br/

Triathlon

EstiloReggae
Cidade/EstadoPorto Alegre / RS
Plays211.914plays
Tamanho
Imprimir

Seu Ninguém (Remasterizada)

Composição: Mário Ferreira

Discreto e estranho este homem que apareceu Vindo de um lugar tão distante que até mesmo ele esqueceu E navegando pelas águas não viu o tempo passar Pulou de paraquedas botando sua viola pra tocar Tocava rock, rap, funk, um ska e um rock'n'roll Tinha mais amigos do que todos que você sempre imaginou Era sábio de palavras bonitas Não tinha nome, não tinha nem escrita Era o Seu Ninguém, mas um ninguém que valia mais que cem Era sábio de palavras bonitas Não tinha nome não tinha nem escrita Era o Seu Ninguém, mas um ninguém que vale a pena conhecer Ai meu Deus sobre este cara posso lhe contar várias histórias Ter caráter assim: do início ao fim, sem vacilar Não tinha medo de perder não importava a batalha Rodou muitos lugares para não mais apenas imaginar No seu coração levava os seus irmãos Não era padre e mesmo assim pregava a união Queria um mundo de paz Mas o tanto que rodou lhe deixou cansado Tem apenas no bolso -alguns trocados Seu aperto de mão -e um bom diálogo Não era bem, não era mal, não era nada assim Foi apenas quem me mostrou o mundo perto do fim. Era sábio de palavras bonitas Não tinha nome, não tinha nem escrita Era o Seu Ninguém, mas um ninguém que valia mais que cem Era sábio de palavras bonitas Não tinha nome não tinha nem escrita Era o Seu Ninguém, mas um ninguém que vale a pena conhecer

21.448

plays

Comentários

Filtrar Por:

Playlists relacionadas à musica

Home