Blank

Blank

Cidade/EstadoGuarujá / SP
Plays8.182plays
Tamanho
Imprimir

A Nossa Realidade

Composição: Blank,Brown e Katal

(Verso1 Blank) Tu sabe a nossa realidade de intrigas,guerra e coronhada da policia E der ver um moleque 12 anos traficando farinha na esquina Pra sustentar a sua família enquanto políticos gastam seu dinheiro comendo vadias e colocando dinheiro na cueca gozando da vida Políticos dão preferências ao playboys e esquece do trabalhador apanhando da GOE E depois vem na periferia bater na porta das casas dizendo que vai ter luz e água encanada As famílias não podem cair nesses contos de fadas e pegar o microfone e protestar contra playboyzada Nossa realidade fútil sangrenta e verdadeira se pegar playboy na frente fica pior do que peneira não venha do asfalto procurando treta Vocês descem a favela pra comprar uma pedra ou fumar um erva E depois vai no telefone e faz a toda guerra ligue pro datena peça pena de morte só pq ele nu teve a mesma sorte agora na real de apresento meu parceiro katal partE 3-Katal-A nossa realidade é muito triste e muito sangue Só ir ali´ vacilar na boka e escultar o bang Meu tiro é acertero minha rua é violenta cuidado pra ouvir tiros de ponto quarenta MSm assim o trafico virou freqüência aqui na rua Passa aqui pra comprar drogas até viaturas Policia não tem vez ,muito menos cuzão Aqui é tipo uma guerrra fria de territórios Quen manda no bagulhos são nossas almas diabólicos Somos cruéis nesse caralho a rua qui mi fez Só ver o tiro na culatra eu vi mais uma vez Gambezinho mata um da gente ,só ouvimos os tiros Acordei vi o corpo ferido fuzilado do meu amigo Aew nessa merda somos tipo leão cacando Cheio de crueldade de sai matando Mais temos consiencia essa é a minha vagabundagen Na verdade somos do mundo dessa realidade. (Verso 2 Brown) Não divulgado. (Verso 3 Katal) partE 3-Katal-A nossa realidade é muito triste e muito sangue Só ir ali´ vacilar na boka e escultar o bang Meu tiro é acertero minha rua é violenta cuidado pra ouvir tiros de ponto quarenta MSm assim o trafico virou freqüência aqui na rua Passa aqui pra comprar drogas até viaturas Policia não tem vez ,muito menos cuzão Aqui é tipo uma guerrra fria de territórios Quen manda no bagulhos são nossas almas diabólicos Somos cruéis nesse caralho a rua qui mi fez Só ver o tiro na culatra eu vi mais uma vez Gambezinho mata um da gente ,só ouvimos os tiros Acordei vi o corpo ferido fuzilado do meu amigo Aew nessa merda somos tipo leão cacando Cheio de crueldade de sai matando Mais temos consiencia essa é a minha vagabundagen Na verdade somos do mundo dessa realidade.

5.760

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica