Meu Pequeno Demônio

Ivan Halfon

Meu pequeno demônio
Faz tanta coisa pra eu desfazer
Não quero nem pensar
Em quando você crescer

Sei que não é por mal
Muito menos por bem
É só que simpatia e boas maneiras
Ele não contém

Mas às vezes eu o levo
Para passear, dar uma volta
Mas depois quando eu peço pra soltar minha corrente
Ele nunca solta

Meu pequeno demônio
Já fala até latim
E quando me dou conta
Ele falou por mim

Eu já nem sei quando nossa sociedade
Teve inauguração
Só sei que eu já não fiz
Primeira comunhão

Sempre procurando saber
Como se faz do pior modo possível
Só pra depois sussurrar
Dentro do meu ouvido

Eu nunca vi o seu rosto
Nas vezes em que ele sai
Mas quem já viu me garantiu que
Hmmm ele é a cara do pai

Meu pequeno demônio
Inseparável companheiro eterno
E assim, lado a lado,
Caminhamos para o inferno

Músicas mais acessadas

Fotos (16)

Clipes (1)

Release

Confraria da Costa, firme e forte nas raízes do tradicional rock n´roll do século XVI.

O rock pirata vem passando de navio em navio, geração após geração, desde 1572 (setentista!).

Não se sabe exatamente em qual costa o moviento começou, mas há relatos de representantes da Confraria em Curitiba, Paraná (apesar da ausência total de costa).

Graças aos novos adventos da tecnologia, algumas músicas puderam ser passadas para o formato de cd, que foi lançado em 2010.

Manda a tradição que o som deve ser sempre acompanhado de rum.

"Seu som celebra as aventuras e desventuras do mar, do convés aos porões dos navios piratas bêbados, fazem das canções um motivo de alegria, uma festa de bombordo a estibordo, da proa à popa. (…) Contém altas doses de rum ...

Continuar lendo>>