Imagem de capa de Dão Ferreira
Dão Ferreira

Dão Ferreira

EstiloMPB
Cidade/EstadoIndaiatuba / SP
Plays1.305plays
Tamanho
Imprimir

Engenho-Ao Vivo

Composição: Dão Ferreira

Engenho (D A Em) (Bm F#m A E Bm F#m A Bm) Bm F#m Pilão na batida, poeira, lama Catando catende A E o produto da moenda Como uma oferenda afinal a jorrar Bm F#m A parelha, a força, o sangue, o caldo A É o resultado de duas baraúnas Quase a se enroscar Bm F#m Coivara de fogo lambendo a brisa A E o suor da camisa daquele fulano Num descorado quase a camuflar Bm F#m Embreado num canto, achando engraçado A O labuto enfadado de “um outro” entalado Com um “taco” de chão A Sentado à beira Do riacho corrente Ao sopro do vento Esperto e atento “Tião cata-vento” A pensar no sustento Dos dias adentro Afogando lamento Querendo achar alento Bm Depois passear A Mas o dia é de cão E só más tentações E más agourações Mas o astuto Tião Tem ainda a intenção De falar com João Sobre aquela invenção E a má criação Quiçá fosse bom Bm Pra depois passear

1

play

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica