Dorgival Dantas18 - PRIMEIRO PASSO935.655 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
cancelar

Seu comentário foi publicado. Visualizar

Iniciando música ~ em
    1 / 56

    11 - CALMA CORAÇÃO

    Dorgival Dantas

    Eita, coração doído, coração sofrido, coração cigano
    Eita, coração malvado, louco, sem juízo
    Ta me acabando

    Ô coração véi teimoso
    trocou o que amava pelo que desejou
    Se lascou todinho

    Eu perdi total controle da situação
    Virei refém de vez, pra sempre, do meu coração
    Ao ponto de não saber mais o que fazer

    É, isso acontece quando a gente jura que é o fim
    E depois fica se sentindo como estou assim
    Achando que não tem mais jeito pra amar

    E sofre, chora, chora, sofre, sofre, chora, chora sem parar
    Quando não chora, sofre, chora, chora, sofre sem se controlar

    Êta coração ocioso
    Não tem jeito de mudar
    E o pior que além de teimoso não escolhe quem amar

    Por isso eu choro, choro, sofro, sofro, choro, choro sem parar
    Quando eu não choro, sofro, choro, choro, sofro sem me controlar

    Se me ouvisse só um pouquinho
    Pelo menos, só tentar
    Toma mais cuidado comigo
    Eu mereço alguém pra amar

    Pára coração, pára coração
    Não aguento mais chorar
    Tanta solidão, tanta solidão
    Ah se pode me matar

    Pára coração, pára coração
    Não aguento mais chorar
    Tanta solidão, tanta solidão
    Dessa vez vou me acabar

    Entre a ausência de quem você ama
    E a presença de quem lhe engana
    A solidão talvez seja a sua melhor companhia

    Êta coração ocioso
    Não tem jeito de mudar
    E o pior que além de teimoso não escolhe quem amar

    Por isso chora, chora, sofre, sofre, chora, chora sem parar
    Quando não chora, chora, sofre, sofre, chora sem se controlar

    Se me ouvisse só um pouquinho
    Pelo menos, só tentar
    Toma mais cuidado comigo
    Eu mereço alguém pra amar

    Pára coração, pára coração
    Não aguento mais chorar
    Tanta solidão, tanta solidão
    Ah se vai me acabar

    Eu disse, pára coração, pára coração
    Não aguento mais chorar
    Tanta solidão, tanta solidão
    Dessa vez vou me acabar

    Eu disse, pára coração, pára coração
    Não aguento mais chorar
    Tanta solidão, tanta solidão
    Dessa vez vou me acabar

    Músicas mais acessadas

    Fotos (96)

    Release

    Dorgival Dantas, nome artístico de Dorgival Dantas de Paiva, (Olho Dagua do Borges, Rio Grande do Norte, 05 de janeiro de 1971) é um instrumentista, cantor e compositor brasileiro. De origem humilde, o filho da senhora Francisca de Paiva sempre teve no pai, o senhor Cícero Dantas de Paiva sua grande inspiração e estimulo para tornar-se o consagrado artista que é atualmente.

    Ainda bastante jovem, Dorgival por vezes despertava ao som dos acordes de uma “sanfona veronese” que majestosamente era tocada por seu pai, fazendo com que a melodia adentrasse em sua case junto ao primeiros raios de sol. Por volta dos treze anos de idade iniciou sua longa história junto a sanfona, tocando uma das primeiras músicas de sua vida artística, na época a canção escolhida era interpretada por ...

    Continuar lendo>>