Imagem de capa de Empire MC's

Empire MC's

Cidade/EstadoSerra / ES
Plays26.021plays
Tamanho
Imprimir

Justiça Cega

Composição: Alvim / Lyon / Thays Peteler

Na maioria das vezes ando sozinho Os inimigos temem na minha presença Não leu minha acusação Mas já tem minha sentença Não me julgue pela minha crença Ou pelos meus orixás Assim como a sua crença Nós só buscamos por paz Que a muito nos roubaram Pela colonização Uns preferiram pular do navio Melhor que a escravidão O brasil é um navio Prestes a afundar E a escravidão bate na porta Com o regime militar Justiça cega nada vê Ou melhor vê tudo escuro Por isso só vejo negros Tomando enquadro, tomando murros É foda dizer, que a escravidão acabou Mas os olhares aqui ainda são os mesmos de quem escravizou Preconceito e racismo Andam lado a lado Quanto mais o homem moderno nega Mais alienado Não me, não me vem falar que Isso é só exagero Quanto mais o homem moderno nega Mais fico com medo (2x) Escuro, escravo, calejada as mãos Não é só passado a dor da escravidão Relutando o ardo de quase uma nação Que carrega no peito as marcas da indignação Na senzala o preto vivia com medo Chorando em segredo pro branco não ver Depois da áurea o preto Carrega no peito a vontade de viver A lei até foi assinada Meus irmãos pararam de sangrar Mas o que muita gente não fala É que ainda lutamos por um novo lugar Na luta eu não vou recuar Carrego na pele o poder de quem sou Tão querendo me condenar Não aguenta a beleza que tem minha cor Tão pensando em nos atacar Mas nós só pensamos em buscar amor E se o amor não funcionar É fogo nesses opressor Preconceito e racismo Andam lado a lado Quanto mais o homem moderno nega Mais alienado Não me, não me vem falar que Isso é só exagero Quanto mais o homem moderno nega Mais fico com medo (2x)

1.708

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica