Imagem de capa de Flávio Anício
Flávio Anício

Flávio Anício

EstiloPop Rock
Cidade/EstadoSão Paulo / SP
Plays1.103plays
Tamanho
Imprimir

Passaporte Pro Céu

Composição: Flávio Anício

Da sua boca fiz coração Do corpo inteiro, cama e colchão Não parecia, mas era aquilo que há de mais raro, há de mais caro Vale tudo, não tem preço, não há nada que o destrua, não pode ser mudado Se ganha e se perde Tem um gosto que vicia, temperatura que esquenta Um contato que mata, passaporte pro céu Da sua boca fiz coração Do corpo inteiro, cama e colchão Não parecia, mas era aquilo que há de mais raro, há de mais caro Vale tudo e não tem preço, não há nada que o destrua, não pode ser mudado Se ganha, se perde Tem um gosto que vicia, temperatura que esquenta Um contato que mata, passaporte pro céu Te abriguei em meus braços, criamos um só corpo Na mesma roupa vários detalhes Senti frio e febre na fusão de nós dois Fiz cenários, criei peças Do universo, fiz uma opera Os momentos formam um quebra-cabeça Quando eu já me dou por inteiro Não posso dosar o que é verdadeiro De agora ao final, me entrego total

244

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica