Grupo Revelação

EstiloSamba
Cidade/EstadoRio de Janeiro / RJ
Plays576.393plays
Tamanho
Imprimir

Talvez / Fria Solidão / Indecisão / Grades do Coração / Fala Baixinho (Ao Vivo)

Composição: Arthur Luis, Beto Lima, Claudemir, Diney, Helinho do Salgueiro, José Carlos Filho, Marquinho Indio, Mauro Jr, Sergio Rufino, Xande de Pilares

Eu quis um dia te dar A luz pra iluminar O escuro da solidão, não deu Lutei pra te conquistar De tudo fiz pra mostrar Foi grande a decepção, valeu Quando a saudade apertar não vou chorar Mas se o meu pranto rolar, deixa Quando a solidão chegar Querendo me acompanhar Eu não vou desanimar Jamais vou me entregar Eu vou cantar, vou compôr Pra esquecer essa dor Um dia eu vou encontrar minha felicidade Eu já perdoei as maldades que você me fez Adeus querida, até um dia, quem sabe até talvez Que pena o nosso amor desfez Você deixou nosso o amor morrer, doeu A fria solidão me acolheu, você Que fez o mundo desabar em mim, você Guindou nossa paixão meu coração, sofreu A poesia que fiz pra nós dois, rasguei A condição que você me propôs, neguei Tentei de tudo para preservar, o amor Que você fez questão de desprezar Valeu, o tempo que durou nossa paixão Valeu, eu sei que de nós dois quem mais sofreu Fui eu, tentei voltar Te reconquistar, não deu Tô apaixonado e não sei se te mereço Eu sei que na vida quase tudo tem um preço Eu nunca pensei um dia me ver dividido Fui surpreendido e dominado por está paixão Sei que estou errado e não consigo encontrar um jeito Se eu fico do seu lado Ou continuo a dividir meu peito Essa indecisão, confesso, está me enlouquecendo Sinto um vazio aqui dentro do meu coração Isso não se faz, não aguento mais Essa indecisão só me fez chorar Perdi minha paz ao te conhecer Eu vou decidir, ela ou você Isso não se faz, não aguento mais Essa indecisão só me fez chorar Perdi minha paz ao te conhecer Eu vou decidir, ela ou você Quando eu te vi pela primeira vez Me encantei com o seu jeitinho de ser Seu olhar tão lindo me fez viajar Vi no seu sorriso imenso mar Fiz uma canção pra nunca esquecer O momento em que eu conheci você Era uma linda noite de verão Você despertou minha emoção Passei a minha vida a procurar Alguém que eu pudesse entregar A chave para abrir meu coração Tirar de vez do peito a solidão Já tentei, não dá para esconder O amor que sinto por você É luz, desejo, encanto e sedução Ardente como a fúria de um vulcão A paixão me pegou Tentei escapar, não consegui Nas grades do meu coração Sem querer eu te prendi A paixão me pegou Tentei escapar, não consegui Nas grades do meu coração Sem querer eu te prendi Fala baixinho que ninguém Pode saber que a gente tá aqui Vamos com calma, devagar Que desse jeito ninguém vai dormir Sabe que a gente não escolhe hora nem lugar Junta a fome com a vontade de comer Você me olha, morde os lábios pra me seduzir Acende a luz pra ver desejo em minha cara Segura a fera tem que ser Devagarinho pra ninguém ouvir Vou pôr a mão na sua boca Pro rugido não escapulir Se alguém nos pega é sacanagem Quebrar o clima dessa viagem O nosso filme não pode queimar você Mas quando bate a tentação A gente fica sem noção E perde a linha sem querer saber Aí é outra dimensão, quatro paredes e nós dois E nada fica pra depois Cara na cara, pele na pele Suor pingando, o corpo em febre Você em transe, sussurrando, segurando a voz Eu viajando no céu da boca Você rasgando a minha roupa em baixo dos lençóis

7.816

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica