Imagem de capa de Henrique-se de Luz
Henrique-se de Luz

Henrique-se de Luz

Cidade/EstadoBrasília / DF
Plays1.538plays
Tamanho
Imprimir

Leitura

Composição: Henrique-se de Luz

Por que não proibiram a leitura; Se ela leva a loucura; E alucina em nova aventura; Controla o sentimento; Ler devia ser proibido; Porque expõe o indivíduo; Torna o secreto coletivo; A leitura é obscena; Refrão: Ler te faz calar; E o silêncio é a linguagem da sublimação; Faz querer se aventurar; Provoca o inesperado e estimula a criação; Se ler se tornar cansativo é um perigo pra você; Porque a leitura é mais do que um poder que te ajuda a sobreviver. Por que o povo não vicia em ler; E vai além do conhecer; Se reformando em perceber; Que a leitura nos sustenta; Ler te ajuda a ser compreendido; Te torna um ser mais decidido; E muda fácil seu destino; Liberta a consciência. Refrão: O poder é pra poucos, pra poucos, querer ler é uma arma poderosa disponível pra você. E a mídia quer nos convencer, onde já se viu; De que o número de analfabetos já diminuiu; E que um supletivo rápido vai te ensinar a ler; Te ensinar a escrever, aprender sem esquecer; A educação se engana e o povo gosta dá pra ver; No papel o povo é leitor mas na verdade ninguém lê; A leitura é um poder e o povo quer televisão; Ou um carro com sonzão; Povo alfabetizado sem razão; O poder é pra poucos, pra poucos, querer ler é uma arma poderosa disponível pra você.

237

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica