Irmãs Andrads

EstiloGospel
Cidade/EstadoUberlândia / MG
Plays182.175plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comunidade

OuvintesPastor Isaias de Santana e outros 121 ouvintes
Fã-clubeJoelma Torres e outros 74 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

Para você nunca mais esquecer:

O que dizer de duas meninas que apenas sonhavam? Que escreviam nos muros, em papéis sujos, o nome "Irmãs Andrads", que enquanto brincavam no meio de plantações, em uma casa tão simples, com poucas roupas para vestir, calçados para calçar e muitas vezes sem ter mesmo o que comer, mas cantavam no quintal ate a garganta cansar, ate perder as forças, sem alimento suficiente para nutrir o corpo se desdobravam alimentando o espírito com singelo louvor. Cantavam tanto que movimentavam a vizinhança com vozes altas e fazia parar os transeuntes da rua, o que dizer? Faltava tudo, menos o louvor e adoração a Deus.
O que dizer de uma mulher viúva, mãe, de cinco filhos, que não tinha família para auxiliar, que trabalhava dia e noite para o sustento da casa, Com filhos pequenos, inclusive uma que nasceu no dia do acidente do pai? Mas uma mãe que nunca deixou o cansaço lhe tirar as forças para levá-los a igreja, aos cultos, vigílias e escola dominical! O que dizer de dias de lágrimas, tristezas e escassez? Momentos estes, que a memória episódica nunca deixará cair no esquecimento, como filme sendo transmitido em uma tela, se o olhar voltar ao passado é possível transpor as barreiras do tempo e como se fosse hoje, lembrar das pessoas que criticavam, zombava, sorriam dos nossos sonhos! Só não sabiam eles que não eram apenas sonhos, eram promessas.
O que sentir? Ao lembrar-se de dias de solidão, de desprezo e desânimo, quando pessoas que pareciam poder ajudar, traziam apenas palavras de aparente amor? Quantos ajuda dores de apenas palavras não é verdade? Quantas pessoas gostam de fazer moral, forjam um caráter e escondem atrás de uma falsa humildade, principalmente quando estão na frente das massas, mistificam vitórias, supervalorizam bondade, mas não possuem intenção e nem atitudes que justifique suas palavras, quando acaba o teatro emocional, não sobra nada mais que o silêncio. Quantos fariseus encontramos pelo caminho, quantos sacerdotes que passam de largo, quantos levitas que possuem o dom, que passam tão perto, mas não param, olham e seguem seu caminho, sem prestar ajuda, afinal possuem suas metas, afazeres mais importantes do que ajudar alguém que aos seus olhos não passa de um estranho.
Mas o Bom samaritano ainda esta no nosso meio? Será? Será que podemos vê-lo? Onde podemos encontrá-lo? Quem é Ele? Onde mora? _ Ele mora dentro de pessoas que sabem amar, que sabem parar e estender a mão tem algo diferente dos demais, estende a mão sem perguntar quem é você? O que você quer? Tem fama? Tem dinheiro? Tem casa? Tem amigos ricos? Tem amigos famosos? Você tem nome? Pode me recompensar depois?
Não nada disso! O Bom samaritano habita dentro do coração de algumas pessoas, e é por meio delas que ele passa para curar nossas dores! Fazer-nos acreditar que dentro deste vaso embarcado de feridas havia algo precioso. Acreditamos. Cremos. Buscamos. E encontramos o que tanto procurávamos a cura para as cicatrizes, o bálsamo para alma, e a realização dos sonhos. Não seja um ajudador de palco, no caminho das realizações, muitas pessoas trilham por ele, e esperam que você estenda a mão, se você pode ajudar, ajude, a tendência natural de julgar o exteriótico é humana, mas o discernimento chega ao fundo da alma, atinge os sentimentos e nos explica que amor só pode ser notado por meio de atitudes.
Saia da teoria ame na prática.
Alguém passou por nós e não prometeu nada, mas deu asas aos nossos sonhos, nos doou seu perfeito amor. Abrindo portas para que outros descobrissem que podemos sim sonhar alto, podemos sonhar os sonhos de Deus, entendeu que Deus nos capacita no meio do sofrimento, caleja o ombro, na intenção de colocar uma responsabilidade mais pesada, fere nossas mãos para que possamos valorizar o azeite, deixa pessoas ferirem nossos corações, para experimentarmos a paz que o perdão produz.
Louvo a Deus, porque o sofrimento que prepara a alma e molda o espírito, que nos trás maturidade espiritual. Estamos prontas Senhor para continuar sendo apenas tuas servas. Sem esquecer-se de onde o Senhor nos tirou e sem esquecer o dia que nos fez a promessa, sem esquecer-se das pessoas que o Senhor usou colocando em nosso caminho, que ao sair da prisão lembrou-se de alguém que ainda estava La tomou uma decisão difícil, intercedeu, responsabilizou. Não se importou mesmo tendo o reino nas mãos, mesmo estando entre os grandes, não perdeu a simplicidade em meio a tanta pompa... Não foi egoísta dividiu a alegria com pessoas que por acaso conhecera.
Um dia o Senhor nos disse que colocaria em nossas mãos pães, para alimentar cidades e países. Que tinha preparado princesas e príncipes dele para nos auxiliar. O que para muitos é um mero acaso, para nós é o milagre acontecendo, é a graça e o poder de Deus se manifestando para confundir e cumprir o que ele prometeu.
Compomos o que vivemos e vivemos o que cantamos. Acreditamos que o Senhor tem xodós dele espalhado pelo mundo. Que Não somos meros sonhadores, que o processo de lapidação às vezes é dolorido, mas é ele que purifica, transforma, prepara e torna em preciosidade o mais desprezível ser.
Nada é por acaso tudo é permissão de Deus. Os amigos te ajudam, os inimigos te promovem. Pense Nisso.


Irmãs Andrads
Anna.C.Andrad
Acadêmica do Curso de Psicologia
.

Playlists relacionadas

Contrate

Irmãs Andrad

(34) 3216 - 4349 | (34) 9200 - 0121www.irmasandrads.com
Home