Álbum em destaque

Imperatriz Assassina

Lançamento: 2019

Músicas: 13

Mandingo

Pedro Luis e Roque Ferreira

Devagar com esse nêgo mandingo
Ele sabe apanhar a folha
Sabe mexer na erva
Sabe rezar a reza
Sabe curimar
Quando bate vem cabôco e orixá
Quando dança tudo que é erê vem dançar
Nó de amor que ele faz ninguém desata
Ele é dono do tempo, do vento,
Do mar e da mata

Ói que esse nêgo malê
Foi rei no Senegal
Vem de lá o seu poder
Para o bem e para o mal

No pescoço um talismã
Na cintura um tecebá
Seu remédio é curador
Seu veneno é de matar

Foi nas águas de Oxum
Que lavou seu colar
Mas é Ogum Xoroquê seu Eledá

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (2)

Fotos (1)

Clipes (4)

Release

​O ​jornalista Otávio Rodrigues, o Doctor Reggae, fala sobre Jai Mahal e o disco Invisívelman lançado em 2014.

JAI MAHAL – Invisívelman

Primeiro, antes de conhecer o cara, ouvi falar dele. Não era bem um superstar, mas gravitava entre descolados, músicos e outros talentos das artes, como eu começava a descobrir. Vivíamos então no longínquo século 20, em algum momento no início da era de 1980 e o reggae no Brasil era um deserto ensolarado, por onde raros beduínos caminhavam solitários e cheios de sede à procura de seus iguais. Nas conversas à sombra dos camelos, sempre acompanhadas de um chá dos bons, se ouvia dizer que um jovem de nome Jai Mahal, talhado entre a alta cultura e as tradições das Índias, cultuava a Jamaica e seus artistas – além de ...

Continuar lendo>>