Jangos

Jangos

Cidade/EstadoSão Paulo / SP
Plays94.873plays
Tamanho
Imprimir

Deixa pra Lá

Composição: Bruno Patto

Jangos - Deixa Pra Lá Refrão: Deixa pra lá O Presidente do povo já foi eleito Deixa pra lá Não se pode mais sair na rua sem medo Deixa pra lá Meus amigos são presos por causa de um baseado Deixa pra lá E os malucos na rua continuam armados Mendigos pegando comida no lixo Seres-Humanos vivendo que nem bicho A maioria desses caras tem um bom coração que nunca tiveram uma chance na mão. Sem família, sem carinho, vivendo solitários nas ruas de São Paulo, em meio a outros vários. Um cão sarnento é o seu melhor amigo e eles dividem igualmente a comida e o abrigo. Que às vezes é uma caixa de papelão que quando chove, dissolve que nem água e sabão Aliás, coisa que ele já não vê há muito tempo pois seu banho é lá na fonte do Parque Bom Tempo. Vivendo e se arrastando de modo sub-humano Improvisando roupas com pedaços de pano Ele luta com o destino e vive mais alguns segundos dormindo na sarjeta ou em becos imundos. Eu sei que é muito difícil viver e eu já não sei o que fazer como é que eu posso desatar esses nós se o sistema bate chuta, estupra e cospe em nós Refrão A luta pra sobreviver se torna mais intensa e o bom ditado diz: cada cabeça uma sentença. Um adulto transforma uma criança em meliante. que faz aviãozinho até que vira traficante. O moleque se liga que não apanha mais dos pais porque ele tá levando um troco a mais. Ele convida o amiguinho pra ajudar na função, aumentando a área de atuação. Com o tempo ele percebe que o bagulho dá um sustento a polícia tá na cola, ele fica sempre atento Não dá mais pra bancar o vacilão Os hômi qué meu coro eu vou comprar meu três oitão Aí o guri cresce e vai fazer o mesmo que o primeiro fez Vai procurar um molequinho e dar pra ele várias drogas de uma vez. Eu sei que é muito difícil viver, e eu já não sei o que fazer Como é que eu posso desatar esses nós se o sistema bate, chuta, estupra, cospe em nós. Refrão TV fechada, fecha a mente, e eu me recuso a assisti-la ultimamente Porque a TV dá o circo mas não dá o pão e o palhaço desse circo é a população Que acredita em tudo que ela mostra uma programação que não passa de uma bosta. Ela não mostra o mendigo do primeiro refrão que tava chafurdando no meio do lixão Ela não mostra o menininho traficante que matou uma pá de gente, depois virou gente grande Ela não mostra tráfico e a polícia, que fala que combate mas ajuda e até cobiça. Ela não mostra os efeitos desemprego uma massa de pessoas desesperadas pedindo arrego O terrorismo no Brasil é liberado o povo não recebe bombas mas é explorado. Cumpádi eu trabalho demais e me sinto morrendo com falta de ar, mas eu sei que vai ter aquela penca de impostos que lá no final eu vou ter que pagar. Então acaba esse mês e eu logo percebo que a grana não dá e o problema é que eu vejo meu filho sofrendo com fome meu Deus eu vou ter que roubar. Mas eu não abandono minha vida apesar das porradas que ela me dá e é por isso que enquanto eu ainda tô vivo eu sei que eu não vou desistir de lutar. A televisão bombardeia minha mente tentando me hipnotizar e eu pergunto porque todo mundo vê isso, e acaba deixando pra lá? Eu sofro ao ver o mendigo Eu não culpo o traficante, Fico puto com a polícia e a TV continua distante no que diz respeito a um projeto social conscientizando a juventude de seus direitos e não apenas dos deveres e da moral, Tratados como marginais Pelos próprios policiais Também não adianta esperar a solução cair do céu Se não quando eu for ver passei de vítima pra réu Meta a mão na massa contra toda essa desgraça Não fique aí parado se levante agora e faça E desculpa se eu falei até agora Mas às vezes é melhor agente olhar a coisa de fora Tudo não passa de uma grande sabotagem, E isso que eu te digo meu irmão não é viagem Agora, se você não entendeu a mensagem... então... Deixa pra lá...

42.417

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica