Jhef OficialEnlouquecido212.923 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
Iniciando música ~ em
    1 / 83

    Questão De Tempo

    Jhef

    Pro cê ver
    A barra forte subia, não importa o quanto cansasse
    Mistura na garupeira, a se o ditinho chegasse
    O meu herói pedalou, e penou pra eu ser de verdade
    Vendo minha mãe de joelho, é que aprendi ser bondade

    Queimada passa na telha, sem laje cai na minha cama
    Carvão de cana, não encana, vai batalhar não reclama
    Banheiro caindo porta, e os ralo soltando verme
    Tubulação antiga, jogando água que ferve

    Pra ver se limpa, não sinta, apenas consinta
    Que o jogador desse lance, vai fazer uma finta
    Porque entendeu, que muito mais, que um tênis bom pra por no pé
    A vida te deu caráter, e um coração que tem fé

    Se a ilusão que dar lucro, não nasci pra ser rico
    Se a vergonha é o descaso, eu não pago esse mico
    Vendo meus manos sonhando, com uma vida melhor
    Mi motivos de coragem, pra mudar ao meu redor

    O ritmo desse som, bpm do coração
    Quero história feliz, com ponto de exclamação
    Se já sofreu, revida!, fazendo jus a lida
    Requisito pra cantar rap, aprender com a vida

    Eu sempre, sonhei, com um mundo onde não aja tristeza
    (Pro cê ver)
    E eu também, sonhei com um mundo onde não aja tristeza
    (Pro cê ver)

    Quiz tanta coisa que saiu da moda, mas não tive
    Me corromper pra consumir, negativo, mantive
    Que peita massa, manjada, nem viu que tava manchada
    Artigo de promoção, do brechó da baixada

    Quando minha mãe perguntava, qual que você vai querer?
    Pegava um mais em conta, jamais exploro você
    Eu sei que tava perrê, não deixava transparecer
    No final, mas me contentava, em passear com você

    Sabotaram os parafuso da barrosa do meu pai
    Mas antes de ir pra ladeira, algo lhe disse: Não vai!
    Aperto rápido,solto, guidão afrouxado
    Eles nem sabe que o bem, anda com o anjo escoltado

    E hoje muito mudado, mas não menos revoltado
    Com oque veio a volta, mas seguindo um legado
    Que a revolta do justo, não traz sangue nem morte
    Traz progresso, revolução, e cicatriz do corte

    Vai, joga o corpo no mundo, ver a consequência de tudo
    Pega os spray vagabundo, descarrega nos muro
    E as mk carregada, cerato manda riscada?
    Tirar o sonho da calçada, pro topo das parada

    Se a inspiração é a minha vida, não vem roubar minha brisa
    Que eu tô nessa corrida pra fechar com os parceiro
    Pode atiçar as lombriga, que a favela é torcida
    E pra mudar essa vida, é questão de tempo guerreiro

    Eu sempre, sonhei, com um mundo onde não aja tristeza
    (Pro cê ver)
    E eu também, sonhei com um mundo onde não aja tristeza
    (Pro cê ver)

    Músicas mais acessadas

    Álbuns e Singles/EPs  (1)

    Fotos (22)

    Clipes (80)

    Release

    ´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´