Logo Vem

Juliano Guerra

A vida é muito rock’n’roll
Às vezes
Viu, menina?
É sina de quem tem
Chaga no peito pra virar
Ferida não cicatriza
Avisa que logo vem
Tua vitória e vem valor na esquina
E vem propina
E vem taxa em cima
Vem

Joga o teu corpo pro céu
Sorte de quem te aparar
Alguém que compre esse anel
Que o outro não quis comprar
Alguém que desfaça o véu
Que deixa o ventre gritar
Alguém que saiba querer
Alguém que queira te amar

E a vida é cheia de caô
Revezes
Viu? Às vezes
Melhor nem se importar
Matar no peito
E continuar na lida
Viu, querida?
É um jeito de ganhar

Joga teu corpo pro céu
Sorte de quem te aparar
Alguém que compre esse anel
Que o outro não quis comprar
Alguém que rasgue esse véu
Que deixa o ventre gritar
Alguém que saiba querer
Alguém que queira te amar

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (3)

Fotos (7)

Clipes (2)

Release

Juliano Guerra (Canguçu, 1983) é compositor,
intérprete e músico. Desde o final da década de 1990,
participou de projetos como a banda de rock Revel e o
quinteto de choro e samba Noesis, até começar carreira
solo.
Lama, seu primeiro álbum solo, foi lançado em
agosto de 2012 e mescla ritmos tradicionais brasileiros como
bolero, samba e bossa nova com referências e instrumentos
musicais menos usuais. O disco, lançado em shows nas regiões sul e nordeste, obteve
excelente repercussão na imprensa local e nacional. Dois singles do álbum – as canções
Inclemente e Transeunte – foram lançados em videoclipes.
Durante os anos de 2013 e 2014, Juliano se dedicou a colaborações com outros
artistas, lançadas online, como singles, e também às gravações de seu segundo disco solo, Sexta-Feira.
O álbum foi inteiramente ...

Continuar lendo>>