Keco Brandão

Keco Brandão

EstiloMPB
Cidade/EstadoSão Paulo / SP
Plays6.523plays
Tamanho
Imprimir

Agnus Dei

Composição: Keco Brandão

AGNUS DEI (Keco Brandão) Hoje vejo em mim olhos de quem vê Com um outro olhar Cético, caótico e fatal Mesmo sem saber que é possível ser Quântico e total São e salvo, náufrago no Caos Quem por qualquer um dirá Que a fé pode mover Montanhas de ouro e sal Renegar ao que se crê É não fazer valer O sórdido poder de um mundo desigual Cego por não crer, surdo por não ver Mudo por não ter A palavra certa, essencial Mas só vem a mim trôpego Latin Embriagador, ostensivo e amoral Por quanto tempo não sei Súditos de um falso rei Ávido Agnus-Dei Que me enredou falível e mal Por tanto tempo, agora eu sei! Fora de mim, fora da lei Só Hoje vejo em mim olhos de quem vê Com o próprio olhar Vívido, convícto, real Vem no alvorecer mágico poder Por se revelar Fúlgidos lampejos do Graal Conceber é o dom que constrói Renunciar é a dor que não dói Se a metade soubesse do poder que age E habita em nossas mãos Brilharia em meio a escuridão Pra reluzir, refletir e apontar Com precisão Imperfeições do coração Que não percebe O que a gente oculta e finge Que não sente nada pra não se mostrar Não deixar nosso coração voar E pousar nos Confins

28

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica