Imagem de capa de Lucas Ka'ab
Lucas Ka'ab

Lucas Ka'ab

Cidade/EstadoBelo Horizonte / MG
Plays11.174plays
Tamanho
Imprimir

Fenrir

Composição: Lucas Ka'ab.
Fenrir mantenho a minha cabeça erguida não é o momento para despedida eu disse que eu ia durar a maioria dúvida dentro dessa casca tem raiva contida Eu sei que Nenhuma dor deveria durar Acredite se eu pudesse eu não ia lembrar Mas sempre que tento esquecer Aparece um Fantasma pra me assombrar mantenho a minha cabeça erguida não é o momento para despedida eu disse que eu ia durar a maioria dúvida dentro dessa casca tem raiva contida Eu sei que Nenhuma dor deveria durar Acredite se eu pudesse eu não ia lembrar Mas sempre que tento esquecer Aparece um Fantasma pra me assombrar E A dor serviu de aprendizado Ao som martelos “entoados” Com a Mente afiada,igual uma espada Porque eu não nasci eu fui Forjado Eu vejo os dedos apontados Mas não cometi nenhum pecado Mas subi a montanha e olhei ao redor E não tinha ninguém ao meu lado O meu “Eu” morreu no caminho To vivo pelo sonho, pelo ganho Nesse mundo torto,Hábito um corpo morto Podem me chamar de doutor estranho Pra muitos eu sou alucinado Pra outros sou determinado E pra aqueles que acham que eu ia desistir Eu Lamento informar mas “ces ” estavam enganados mantenho a minha cabeça erguida não é o momento para despedida eu disse que eu ia durar a maioria dúvida dentro dessa casca tem raiva contida Eu sei que Nenhuma dor deveria durar Acredite se eu pudesse eu não ia lembrar Mas sempre que tento esquecer Aparece um Fantasma pra me assombrar mantenho a minha cabeça erguida não é o momento para despedida eu disse que eu ia durar a maioria dúvida dentro dessa casca tem raiva contida Eu sei que Nenhuma dor deveria durar Acredite se eu pudesse eu não ia lembrar Mas sempre que tento esquecer Aparece um Fantasma pra me assombrar Já tivemos correntes nos pés Hoje sinto elas na alma Sem palavras bonitas,chega de mentiras Nenhuma palavra me acalma Eu sei que geral tem problema Mas a questão é a solução Tudo fica mais “preto”,virado do avesso Quando é um de nós na equação Nao diga que e complicado Quando o que falta é cuidado Porque eu tô tentando fazer o certo mesmo me chamando de errado Eu nunca me senti culpado Com esses pensamos atrasados Mas cê pode apostar porque sempre que da Me esforço pra provar que eles estão equivocados mantenho a minha cabeça erguida não é o momento para despedida eu disse que eu ia durar a maioria dúvida dentro dessa casca tem raiva contida Eu sei que Nenhuma dor deveria durar Acredite se eu pudesse eu não ia lembrar Mas sempre que tento esquecer Aparece um Fantasma pra me assombrar mantenho a minha cabeça erguida não é o momento para despedida eu disse que eu ia durar a maioria dúvida dentro dessa casca tem raiva contida Eu sei que Nenhuma dor deveria durar Acredite se eu pudesse eu não ia lembrar Mas sempre que tento esquecer Aparece um Fantasma pra me assombrar

5.753

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica