Imagem de capa de Lucas Pratta

Lucas Pratta

Cidade/EstadoSanta Luzia / BA
Plays424plays
Tamanho
Imprimir

Orpavingate

Composição: Lucas Pratta

[verso 1] Drogas no organismo, o inferno te espera na sala Eu curto o samba triste que toca nessas madrugadas Eu não curto drogas, isso não te abala Não é sobre maconha é sobre o pó que meu pai... De qualquer forma eu tô na vitrine Dinheiro e ódio sempre me suprime Dinheiro e ódio, sempre te oprime Coração não bate irmão, eu sou meu próprio time Eu sei que minha mãe sempre teve medo, mãe meu peito ainda é o mesmo Não parece mas eu evitei os frevo, as xxxxxx só pra te dar sossego é o meu pior lado que sustenta o conceito, convívio é foda, eu me encaixo no meio Tanto coisa boa aqui no meu peito, tanta coisa boa e eu nem sinto o cheiro Tipo,tenho que ser sincero, geral sabe bem oque eu quero Pratta no outdoor do prédio, números no anexo Sangue ruim ta de volta, negativo não importa Veneno da alma aflora, envenena aqui dentro e la fora é o que me salva la fora, neurose no peito a cara não mostra Até parece que não me afeta e que essas ferida não me incomoda Talvez é passado que me tormenta, talvez é isso que me afoga é sobre pensar oque eles nunca pensa e se falar do fardo, eu tô aqui agora [refrão] Sangue ruim ta de volta, negativo não importa Veneno da alma aflora, envenena aqui dentro e la fora é o que me salva la fora, não sei porque meu peito não chora Deve ser essa ambição que me incomoda Talvez é o passado que me tormenta, talvez é isso que me afoga é sobre pensar oque eles nunca pensam e se falar do fardo, eu tô aqui agora [verso 2] Madrugada, cidade ferve Clima ruim, tu sente na pele é inferno do guerreiro, lidando com varias espécies é o pior veneno, mas nunca me fere é o amor que nos cresce, mas eu preciso ficar rico breve Que essa fita nunca me segue, porque vocês não sabem onde nasce a febre Só eu conheço a minha espécie, por isso não é só meu ódio que fede Planta ruim nunca apodrece, porque não é o sol que me aquece Não é o sol que me aquece, deus meu coração ta na mesma linha Mas o errado também brilha retina Eles não sentem a dor, mas quer o brilho da minha tinta Gata não se joga, é raso, meu coração é uma piscina [refrão] Sangue ruim ta de volta, negativo não importa Veneno da alma aflora, envenena aqui dentro e la fora é o que me salva la fora, não sei porque meu peito não chora Deve ser essa ambição que me incomoda Talvez é o passado que me tormenta, talvez é isso que me afoga é sobre pensar oque eles nunca pensam e se falar do fardo, eu tô aqui agora x2

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica