Mandamentos da Rua

Mandamentos da Rua

Cidade/EstadoFoz do Iguaçu / PR
Plays114.710plays
Tamanho
Imprimir

Na Fronteira Do Inferno

Composição: Fernando

Salve salve favela aqui quem fala é o mandamentos da rua Eu to aqui vivendo onde o crime impera Aonde o sangue do favelado só serve pra dar ibope ao apresentador de televisao Aonde a rotam nao serve pra dar segurança só a dor pra familia na hora do reconhecimento no iml Este ano se totalizam mais de 300 mortes até hoje e pro sitema isso se torna irrelevante Ae cuzão as cataratas jorra sangue bem mais triste e diferente do seu mundo moderno Vem pra foz do iguaçu tenta sobrevive na fronteira do inferno Essa é a rotina da periferia a realidade do horror a cadela rica protagonista na cena do atirador Sem amor só ódio escorre em meio a trilha eo que a tv nao mostra eu assisto todo dia Ao vivo na periferia o sangue é a mancha na calçada esquece a paz começa a guerra quando a policia enquadra Invadindo a sua casa cala boca e nao reage conforme o tempo passa eles tão vindo em desvantagem De colete blindagem as blazer vem a milhão e o cú de farda da rotam loko pra ve o meu caixão Mais nao trutão a fé me guia é o meu escudo tão firme em pensamento o coraçao do vagabundo Eu sei que amanha só minha mãe e meus fiel parceiro vão chorar quando me ve dentro de um caixão preto Sem flores no enterro e eu apenas com dezoito a minha morte pro inimigo vale mais que ouro Não achei tesouro no fim do morro só sangue na trilha chuva de bala também sirene da polícia Nem se viu nas fita o amor e a paz distante o orgulho podre sumiu agonizando no sangue Não tem revanche a polícia quer o seu fim duke 13 é fardado pre servir e extorquir Favelado enche os pente e proteje sua familia guerrilheiro da favela vive o inferno todo dia Refrão 2x As cataratas do iguaçu só derrama sangue 300 mortes por ano se tornam irrelevantes Bem mais triste e diferente do mundo moderno Pra quem tenta sobrevive na fronteira do inferno O trilho da inveja vai se afoga no sangue quando os mano surgi os invejoso nao tem chance Fulminante sua vida escorre rumo ao inferno homicida nunca brinca nao da chance pra duelo Cai o castelo hoje a ganancia nao brinda conquista boa noticia mataram um porco nazista A guerra existe e por aqui já morreu monte o corpo cai ao alcançe dos olhos que foi fruto de revanche Perde a vida num instante aquele que conspira desacredita na palavra divina Vem loko pra te o corpo estourado de bala vem loko pra testa o quanto a quadrada dispara Na cara do judas resulta em final triste infelizmente por aqui a traiçao existe Hoje a decepçao veio bate na minha porta fui justo pro irmao que atiro nas minhas costas A inveja é foda a minha estrada nao sou eu quem faço liga os mano sou inimigo do fracasso Na correria só os loko a milianos hoje a rotina de sangue faz parte do cotidiano Vai passa um pano na ideia do covarde filho da puta nao entende que agora é tarde Se a funçao liga a quadrilha o acerto é feito nos gatilho me encontro a sete palmos acima do inimigo Refrão 2x As cataratas do iguaçu só derrama sangue 300 mortes por ano se tornam irrelevantes Bem mais triste e diferente do mundo moderno Pra quem tenta sobrevive na fronteira do inferno Vem tenta sobrevive na fronteira do inferno o pobre ta no iml e o heroi no 190 Que comemora com champanhe a temporada de caça o alvo é a favela força tarefa é ameaça Anunciam no jornal morto inocente pela policia a gm mata a pm esconde as pistas O protesto da mãe chorando nao tinha sangue no chão nao serviu de matéria nao da ibope a televisão Né cuzão eu vejo a sua face a falsidade a serviço da vida em busca da verdade É pilantragem só vejo morte desgraça alheia o desespero da coroa de segunda a sexta feira Liga o legista pra vim buscar os corpos liga o rabecão começa a execução dos mortos Abriram as covas deixou saudade mano dunga o porco leva a alma dia 09 de outrubro Sofrimento profundo pra sua esposa e sua familia que chora a dor de mais um filho que perdeu a vida Isso já e rotina eu vejo a morte todo dia banho de sangue carnificina Não vejo rico afogado no rio só vejo pobre pedindo esmola porque o brasil so me deu armas e drogas Bem mais e triste e diferente do mundo moderno vem tenta sobrevive na fronteira do inferno Refrão 2x As cataratas do iguaçu só derrama sangue 300 mortes por ano se tornam irrelevantes Bem mais triste e diferente do mundo moderno Pra quem tenta sobrevive na fronteira do inferno Mandamentos da rua

27.238

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica