Imagem de capa de Marcelino Rap

Marcelino Rap

Cidade/EstadoSanta Maria / DF
Plays8.507plays
Tamanho
Imprimir

ME LIBERTA MEU SENHOR

Composição: Marcelino Rap

Quero ficar trancado em um quarto escuro Nas letras desabafo choro e sussurro Ferido, mó depre. Me sinto o resto Escondo a minha dor atrás dos meus versos Quem me ver não imagina o que estou sentindo O pensamento em bobagem é sempre continuo Penso com a razão raciocínio logico Busco o amor abalou meu psicológico E isso é tipo eterno Enquanto escrevo lágrimas molham meu caderno Não sei se a solução é o balde chutar Eu procuro sorrir, mas estou a chorar Em momentos difíceis cadê os conselhos? Aprendi que nessa vida são poucos os parceiros Mas sua compaixão me deu outra chance Escrevo esses versos pra ficar fora de alcance Longe do opressor Na sua casa eu vou Eu irei aonde for Buscarei o seu amor Me liberta meu senhor Longe do opressor Na sua casa eu vou Eu irei aonde for Buscarei o seu amor Me liberta meu senhor Lembranças desejo de se vingar do passado Sem esperanças afronta até o sono pesado É triste viver e não ser correspondido No trampo pra mina e pra quem se diz amigo O inimigo avista em qualquer um a fraqueza E vem como um predador em busca da sua presa Procurei me desviar e me fingir de morto Mas não consegui escapar do olho gordo Palavras lançadas agradando o meu ego Mas no fundo querendo derrubar o meu castelo Não suportei a dor como o servo fiel Jó E murmurei da minha vida para o Senhor Apesar dos pesares ainda estou vivo Buscando alcançar os meus objetivos Mas sua compaixão me deu outra chance Escrevo esses versos pra ficar fora de alcance Longe do opressor Na sua casa eu vou Eu irei aonde for Buscarei o seu amor Me liberta meu senhor Longe do opressor Na sua casa eu vou Eu irei aonde for Buscarei o seu amor Me liberta meu senhor Os problemas as angustias não saem da minha mente Anseio por algo que não me deixe mais doente Sempre observado pelos erros pelas falhas Querendo encontrar alguém que não me atrapalha Sei que a simplicidade me faz ser especial Mas vivo abalado sempre em meio ao caos A maior mentira e mentir para si mesmo A vida me ensinou que só jogam no meu erro Peregrinar correto pode passar despercebido Um erro gerado e tudo pode estar perdido Não deixe que o mal cegue a minha visão A Oração é capaz de abrir as portas prisão Não abro mão de meus momentos de solidão Mas me dá a sua mão diga que nada é em vão Mas sua compaixão me deu outra chance Escrevo esses versos pra ficar fora de alcance Longe do opressor Na sua casa eu vou Eu irei aonde for Buscarei o seu amor Me liberta meu senhor Longe do opressor Na sua casa eu vou Eu irei aonde for Buscarei o seu amor Me liberta meu senhor Meus versos são como ovelha queimada em holocausto Eu ofereço para remissão dos meus pecados Eu vim para fazer o inferno estremecer Tirar das profundezas aquele que não pode ver Os dois lados da moeda sempre irão existir Aprenda com os erros e prossiga a sorrir Realidade e sonho são as coisas desta vida Jardim selvagem em que só crescem ervas daninha Mas o Senhor te espera de braços abertos Conheça a verdade e vos será liberto Sei que tudo tem limite inclusive para a dor Mas preciso que acredite que você tem muito valor Mas sua compaixão me deu outra chance Escrevo esses versos pra ficar fora de alcance Fora de alcance Longe do opressor Na sua casa eu vou Eu irei aonde for Buscarei o seu amor Me liberta meu senhor Longe do opressor Na sua casa eu vou Eu irei aonde for Buscarei o seu amor Me liberta meu senhor

179

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica