Marcos Brito

EstiloGospel
Cidade/EstadoVitória da Conquista / BA
Plays3.273plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comunidade

Ouvintespatricia kosta e outros 2 ouvintes
Fã-clube e outros 0 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

Nascido em um lar evangélico, sou o segundo de quatro filhos do casal: Hercílio Moreira Matos e Nanci Brito Matos. Meus irmãos são: Daniela (a mais velha), Zaqueu (o terceiro) e Denise (a caçula). Meu pai é pastor evangélico e minha mãe, diaconisa. Juntos, servimos a Deus na Igreja Evangélica Assembleia de Deus, ministério de Santo Amaro.

Bem, minha breve biografia é a seguinte: No início dos anos 80, em São Paulo capital, minha mãe estava grávida de mim. Ela sofreu muito, para que eu viesse ao mundo. Aliás, o Inimigo tentou, de várias formas, impedir a gravidez da minha mãe. Talvez, Deus já havia previsto ao Diabo que eu seria um vaso escolhido para anunciar a Verdade. Por isso, ao menos, duas coisas aconteceram contra a minha vida (isso segundo meus pais).

A primeira aconteceu quando um tio meu (que não conheci) faleceu. E, grávida de mim, minha querida mãe, quando soube da notícia, se assustou terrivelmente, correndo o risco de me perder. A segunda coisa que aconteceu foi que, minha mãe me deu à luz com dez meses, e não com nove, período normal de gestação. Isso devido a negligência do médico ginecologista que a acompanhava.

Enfim, no dia 12 de maio de 1980, nasci, para a honra e glória do Senhor Jesus Cristo. O dia 12 daquele ano "caiu" exatamente no segundo domingo de maio, que é comemorado o Dia das mães. Ou seja, minha mãe recebeu, naquele dia, um grande presente da parte de Deus. Que presente? Eu. (Risos!). Nasci com 4,5 kg. De modo que, segundo minha mãe, eu era o maior bebê do berçário!

Passou-se o tempo... Agora com quatro aninhos, ainda em São Paulo (ano de 1984), o irmão Sebastião, que já dorme no Senhor, me entregou uma profecia. Esta, na verdade, foi falada aos meus pais a meu respeito. Ele disse: "Deus me manda dizer (e apontou para mim) que esse menino quando pregar com autoridade, a terra vai tremer e o Diabo vai correr!" Para ser sincero, não me lembro nem um pouquinho da fisionomia daquele servo do Senhor, mas não tenho a menor dúvida de que tudo o que ele disse é verdade. Até porque, sempre, Deus está me relembrando o que me prometeu através do irmão Sebastião. Inclusive, tempos depois, a profecia supracitada foi repetida, no ano de 1995, em Curitiba (PR) — quando eu lá morava com meus pais e meus irmãos — por um crente que eu nunca tinha visto. E mais: foi num ponto de ônibus que eu recebi essa mensagem do Alto. Tive certeza, mais uma vez, que era Deus usando aquele Seu servo para falar comigo. Nessa época, eu tinha 15 anos de idade!

Voltando ao tempo... À partir dos oito anos de idade, eu descobri o talento de músico que havia em mim, quando meu pai, pastor Hercílio, começou me ensinar os primeiros acordes num velho violão que tínhamos em casa (se bem que, desde os quatro anos, eu já possuía um violãozinho de brinquedo). Fui me dedicando à esse instrumento e gostando.

Ao completar nove anos, meus pais realizaram para mim uma festa — com direito a bolo, salgados e refrigerantes (risos) —, onde compareceram muitos irmãos, amigos e conhecidos. Ganhei diversos presentes, sem falar da guitarra que meu pai me presenteou. Fiquei contente da vida!

De guitarra nova, dia após dia, fui treinando solos e acordes e descobrindo meu talento de músico. Este, na verdade, foi o maior presente que recebi! O Doador? Jeová! Com dez anos apenas, eu já estava tocando junto aos músicos, na igreja. Um deles, irmão Gidival (que hoje é cantor), me ajudou bastante a me desenvolver no meu instrumento musical: a guitarra. Devo muito à esse servo do Senhor! À partir desse pontapé inicial, fui adquirindo métodos, livros, artigos. Enfim, comprava e ganhava tudo sobre música, principalmente sobre violão e guitarra. E me tornei um autodidata, para a honra e glória de Deus! (Na verdade, Deus foi, e continua sendo, meu maior Professor).

Quanto ao ministério da Palavra, foi aos 13 anos de idade, numa cidade por nome Eldorado (SP), que preguei a primeira mensagem. Depois, me tornei professor de escola bíblica dominical na igreja onde congregava, e me esforcei sempre por aumentar o meu conhecimento bíblico, sendo ricamente abençoado pelo Pai celestial. De Eldorado mudamos (eu meus pais e meus irmãos) para Curitiba, onde Deus nos abençoou muito. Na capital paranaense moramos dois anos e meio. Já na cidade anterior ficamos somente um ano.

Caro leitor, caso eu fosse narrar, tintim por tintim, tudo sobre a minha vida, creio que, em centenas de páginas, não caberia a minha autobiografia, haja vista ter presenciado e vivido, desde que me entendo por gente, muitas experiências, boas e ruins, até hoje. Mas, sei que, ao menos, o mínimo (ou o ínfimo?) sobre mim você agora sabe. Relatei nessas linhas apenas o essencial.

Hoje sou cooperador na igreja que congrego, além de músico e professor de escola bíblica dominical. Toco violão, guitarra, viola sertaneja, gaita (harmônica), flauta doce, cavaquinho, contrabaixo elétrico, escaleta e teclado. Fiz Regência Coral no Conservatório de Música Frederic Chopin, de Vitória da Conquista (BA), no qual também trabalhei como professor de música, lecionando solfejo, violão e guitarra. Atualmente leciono Teoria Musical, atuando como instrutor de música, no Conservatório Municipal de Música (CMM) aqui da cidade.

Além da área musical, Deus também tem me usado no ministério da Palavra. Por isso, tenho pregado em cultos e festividades onde sou convidado. Isso, para mim, é um prazer imenso! Só tenho a agradecer o Rei da vida que me ajudou até aqui!

À Deus seja a glória para todo o sempre. Amém!

Playlists relacionadas

Contrate

Marcos Brito

(77) 3425 - 6561 | (77) 8867 - 0737http://www.marcosbrito.blog.br
Home