Máximo Mansur

Máximo Mansur

EstiloMPB
Cidade/EstadoCeilândia / DF
Plays19.523plays
Tamanho
Cifra
Imprimir

11 - Louvação

Composição: Máximo Mansur e Paulo Dagomé

Minha língua sifilítica Pede engenho e arte nessa lôa Ó valei-me Gregório de Matos Ó valei-me Fernando Pessoa Ó valei-me Dante e Camões Ó valei-me Augusto nessa hora Ó valei-me Caetano e Gil Vou cantar louvando minha senhora Nas meadas dessa louvação Vou tecendo essas redes sonoras Se meu Deus me for valido Vou ser o teu cantor pela vida a fora Eu consigo um dia lhe explicar Que a clareza lhe é peculiar Rouba o sol a sua claridade Do teu rosto e com simplicidade Você doura ao se reverberar Desta luz que em você está Rouba a lua sua aura clara De você e você não repara Que no dia da anunciação O arcanjo era você na certa E as estrelas furtam todo o brilho De você pela a janela aberta Minha lúcida palavra sã Extrapola explorando o tema Foi teu hálito a primeira essência? Leite de colônia, alfazema? O protótipo original da primeira pétala existente? A matéria prima do desejo? A canção no coração da gente? Quando deus disse Fiat Lux E houve a grande explosão primeira Quando Adão viu Eva abrir os olhos Você era a criação inteira

2.086

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica