Máximo Mansur

Máximo Mansur

EstiloMPB
Cidade/EstadoCeilândia / DF
Plays19.518plays
Tamanho
Imprimir

7 - Bola Azul - Álbum Banana com Farinha

Composição: Máximo Mansur e Paulo Dagomé

A imensa bola azul de vidro ainda é a nossa casa Mas nada é exatamente como sempre foi E quem somos nós pra decidir o que é o melhor? E quem é o melhor pra decidir quem somos nós? E qual a decisão pra melhorar o nosso ser? O minúsculo círculo azul no cosmo ainda é a nossa casa, Mas nunca mais seremos fortes Se é que fomos E não me estranhe se eu me tornar delicado Como um tanque de guerra no deserto E não confunda misticismo com sagrado E não misture libertino com liberto Vou me embeber de música Endoidecer de música Emudecer de música até me tornar sustenido ou semifusa E suar imensos baldes da delicadeza de Amadeus Mozart Por todos os poros do meu corpo cuja alma não repousa Pois reunindo as vítimas do Armageddon pra ver a queda fulgurante das estrelas Eu vejo arcanjos mancos a se lamentar dos hemisférios mutilados do planeta Os sonhos movem a vida Ou são braços de operário lento tocando a roda emperrada e imensa do tempo? Guerreiros mudam os tempos Ou são lúcidos Neros tensos Que fiam na louca roca da estória fios de ventos Serafins povoam minha solidão desgovernada Mas eu só vejo sombras e fantasmas desembainhando espadas E a crueza crassa dos bichos humanos sobre um chão de pus Onde morrem nossos índios e crianças e a fé na cruz Faz ser absurda a minha complacência, o meu silêncio cruz O blue da nossa casa quase cinza nunca foi azul Mas se um ácido celeste dissolvesse-nos no éter Uma volta ao princípio nos daria um outro fim? Jeová se escandaliza com nossa burrice e põe, nas mesmas coordenadas, outra bola blue Com bicho, planta, pedra, água, cor e som e luz Mas lembrando-se do filho que morreu na cruz De propósito se esquece de criar adão 2x Então não sabes homo sapiens, não devias ter deixado aquele charco onde eras jia?

2.327

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica