Crônicas de Rua

Crônicas de Rua

Cidade/EstadoDuque de Caxias / RJ
Plays25.587plays
Tamanho
Imprimir

Menina

Composição: Marcus Guilherme

Ás vezes chego a não entender Como pareço correr tanto atras de você Mas é que já entendi que no fim é só você pra mim, sim Desci a ladeira encontrei aquela mina baladeira que mora la em cima pertinho da quele campo Que os amigo para pra desenrolar Escrevi sim uma lista mas não foi em qualquer papel que o vento vem, leva e rasga Ao céus eu elevei Todos os meu sonhos, os meus planos mais bonitos pra Deus Desculpe, quantas vezes errado Desculpe, se até mesmo calado Desculpa eu, mas é que as vezes não consigo entender Desculpe, quantas vezes errado Desculpe, se até mesmo calado Desculpa eu, mas é que as vezes não consigo dizer Em forma de canção te trago mil rosas improvisadas Apago a luz e deixo a lua iluminar a sala Me sinto muito bem do seu lado Sendo o motivo do sorriso no rosto mais bolado e é fato Que é o sentimento puro de dentro pra fora Deitados no sofá canta pra mim o som da flora Se for preciso eu mudo o meu horário Se você me pedir giro o planeta ao contrario Romance bandido, feito choro do chico Nas curvas do teu corpo eu me encontro perdido Por onde passa ela encanta, MPB ela ama Gosta de praia, futebol e ouve o som do Crônicas Muito mistério em uma pessoa Atiça meus instintos Da vontade de beijar sua boca Louca! Fala que minha voz é rouca Enquanto penso numa forma de tirar sua roupa Desculpe, quantas vezes errado Desculpe, se até mesmo calado Desculpa eu, mas é que as vezes não consigo entender Desculpe, quantas vezes errado Desculpe, se até mesmo calado Desculpa eu, mas é que as vezes não consigo dizer

2.885

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica