Rottweiler

Cidade/EstadoNiterói / RJ
Plays553.005plays
Tamanho
Imprimir

Versos Empoeirados #5 (Arco Íris)

Composição: Rottweiler, Alessandro Portugal, J.Alves,

Arco íris Versos Empoeirados 5 “Não sei se ainda da tempo das minhas palavras causarem algum efeito positivo em você Eu sei que tem motivos pro que tá querendo fazer, por isso eu te trouxe esses versos” Se sua luz não significa mais Não se sente mais parte daqui Sua alma anjos podem curar Tá nublado e céu cinza é assim Não precisa ir embora não Seu arco íris quer nascer Talvez cores sejam solução 2x O vazio precisa encher Lágrimas tem que secar O sol tem que aquecer de novo Flor tem que regar Desapego não é sentimento entenda a situação É o mundo que tá doente Não sua mente e seu coração Essa conta não é sua O velório não tem que ser seu Fugir não é solução Se seu dia não amanheceu Te sinto longe acoado Renegando a vida Sei que Rolê no parque não te agrada mais Abraço dos pais Não resolve a fita Boa noite de sono não existe mais Seu olhar, sem direção Decifra o labirinto Percepções perdidas Coração carente Não to aqui Pra dizer com sou remédio pra sua mente Nem tarja preta pra atitude inconsequente Quero ser o abraço Apertado na sua luta Aquele que tu precisa antes da loucura Quero tá no seu fone Quando se deitar Quero contribuir pra gente não chorar Se sua luz não significa mais Não se sente mais parte daqui Sua alma anjos podem curar Tá nublado e céu cinza é assim Não precisa ir embora não Seu arco íris quer nascer Talvez cores sejam solução 2x Feche seus olhos e lembre de quando você era criança De quando quando brincava na chuva Corria pelas ruas, dos momentos mágicos e risadas sinceras Esse é você ... essa criança correndo ainda é você! Hoje não colorimos mais com a mão suja de tinta Mas também com sentimentos que fazem sentido na vida” Coloca o pé no chão E sinta a rotação da terra Com prazeres duvidosos E tristezas tão sinceras Saudade do colo da mãe Da segurança do abraço do pai Mas eles tão na sua frente E pra você nem um sentido faz Olha o mundo pela janela todo dia no final da tarde Protagoniza a morte do cisne No balé da negatividade Fora do ventre é frio A gente sai perdido O nosso choro já define o quando dói Encare seu caminho Com fé em qualquer Cristo Entenderá que faz sentido entre nós Seu olhar, sem direção Decifra o labirinto Percepções perdidas Coração carente Não to aqui Pra dizer com sou remédio pra sua mente Nem tarja preta pra atitude inconsequente Quero ser o abraço Apertado na sua luta Aquele que tu precisa antes da loucura Quero tá no seu fone Quando se deitar Quero contribuir pra gente não chorar Se sua luz não significa mais Não se sente mais parte daqui Sua alma anjos podem curar Tá nublado e céu cinza é assim Não precisa ir embora não Seu arco íris quer nascer Talvez cores sejam solução 2x

14.909

plays

Comentários

Filtrar Por:

Playlists relacionadas à musica

Home