Priscilla FeniksMansão do Gueto135.839 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 10

Flores & A Rua Vai Cobrá (Mix)

Priscilla Feniks

FLORES

Pra não dizer que não falei de flores
O jogo resetou
Rainha movimentou
Prisão a céu aberto
Ratos vestindo terno ô Vix Jão
Jardim da guerra, minha terra
Sertão de ideia impera
Individualismo é mato
Morro mas eu também mato
Um flow a cada esquina
Que corre da polícia
Mas cada linha de rima
Diz que não liga com política
Noiz é linha de frente, o sangue quente
Segue escorrendo no chão
Criaram o medo, dente por dente
Essência e força na mão

O rastro de energia que sobrou ainda vive. Paz!
Quem tem armas tem ! Noiz temos ancestrais
Quem nunca teve a vida salva pelo rap estranha
Nunca vai entender que noiz já tá com a vida ganha

Pra não dizer que não falei de flores
Noiz já tá com a vida ganha

De walktok na mão
Recolhendo o grão
Livre 1883
Dia primeiro: é dia do rei
Lembre dos corpos pendurados em árvores comuns
Soa como triste atual brisa do sul
Há 50 que o Chico avisou que o mundo será pelo ódio ou amor
Os Zumbis de Imhotep insistem no trap de Ultron que vingou
O mito da extinção pra renovação brisa mente do vilão
Labirinto lucrativo, por jah cê não tá vendo isso?
Ô ô ô
O povo tem valor
O que tiver que fazer faça, nossa arma é
Nossa alma livre, fenix, nosso espírito vive.

Somos árvore, terra, raiz, rosas
Semente, folhas, lirios, amoras
Quem nunca teve a vida salva pelo rap estranha
Nunca vai entender que noiz já tá com a vida ganha

Pra não dizer que não falei de flores
Noiz já tá com a vida ganha
A rua vai cobrar você!

A RUA VAI COBRAR

Nosso canto, nossa terra
Cada grão, virou favela (favela)
Honra tua fala, tua alma
A brisa do vento não falha

Buraco de bala, o corpo pede calma
Agora, máscaras caindo na vala
Em nome da fama vale tudo
Jabuticabeira dando fruto
Ecoou o grito das mina preta
Tu silenciou mas universo lembra
Uma por uma partindo desse plano
Se unindo e transbordando o oceano

O teu flow não te salva das esquinas
Tua corda não joga sozinha
Já passamos por várias highway
Nesse mundo (pei pei) geral quer ser rei sei jow

O teu flow não te salva das esquinas
Tua corda não joga sozinha
Sem querer zicar teu rolê
A rua (pei pei) vai cobrar você ei jow

A Rua Vai Cobrar você

Análise, técnica, flow não vale nada
O que vale noiz tudo com a vida intacta
Essa cena aí que ceiz criou
Não representa a bala que o brother levou você
Nunca foi pelas favelas
Nunca foi por elas
Nunca foi contra corrupção
Nunca foi pelo rap jao

Foi queimada terra espiritual
Transformada em ritmo artificial
Na rua geral quer ser rei pei pei
Mas eu só vejo rainhas. Marias
Um rei já me roubou, mó mentira
Ceiz acredita em salvador, hipocrisia
Movimentos nos usam de trampolim
Pra ganhar cargo usa gente de festim
Uma mão puxa a outra depende dos views
Musica deixou de cursar como os rios
Minha voz não é a mesma peita
Minha história, é foda e aflora, chora
Quem passa navalha na carne do irmão
Não sente seu sangue esvaindo no chão
Pode fazer o som mais loko se é que pá
Mas na rua, flow nenhum vai te salvar.

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (2)

Fotos (15)

Clipes (6)

Release

Priscilla Feniks é cantora e compositora que versa a visão feminina das ruas explorando diferentes flows e melodias. A artista, que se considera uma fênix – pássaro da mitologia egípcia que ressurge das cinzas – por sobreviver a diversas situações nas cidades onde já residiu, lançou seu primeiro álbum em 2013, intitulado Só a Gente Sabe.

Gaúcha, seu trabalho é influenciado pela sua militância social e política, sendo que atualmente integra a Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop. Iniciou seu envolvimento com a Cultura Hip Hop através da dança em 2001, e no ano seguinte começou a escrever raps e experimentar produções caseiras.

Seja nos palcos ou na rua, já se apresentou em diversas cidades como: Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre, São Paulo, Bauru, Santos, Ribeirão Preto, São José dos ...

Continuar lendo>>