Riviera

EstiloRock
Cidade/EstadoBelo Horizonte / MG
Plays255.849plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver todos os álbuns
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesJose0808 Ribeiro e outros 1.265 ouvintes
Fã-clubephelipe_49 silva e outros 159 fãs

Comentários

Filtrar Por:
David MacielBateria
Vinícius CoimbraVoz, Piano, Guitarra
Rafa GiácomoGuitarra, Backing Vocal
Ver mais integrantes

Release

A Riviera:

Em meados de 2012, no quarto de seu apartamento em Brasília, o mineiro Vinícius Coimbra tinha saudade de casa. Unindo esse sentimento com a vontade de desabafar em forma de música, ele começou a pensar numa maneira de produzir, gravar e registrar as composições que ainda estavam cruas e só no violão. Foi assim que nasceu a Riviera, projeto que chega em 2018 atingindo a maturidade com o lançamento de seu segundo disco.

Uma das marcas da banda, a crueza das histórias narradas nos versos das canções já aparecia nos primeiros registros. O vocalista Vinícius Coimbra gravou o EP “Outono” como início da Riviera, ainda sem os integrantes que viriam a se juntar ao projeto a partir de 2013. A ideia era registrar quatro coletâneas envolvendo as estações, a serem lançados em suas respectivas épocas, ao longo de um ano.

Na prática, a história virou o primeiro álbum “Somos Estações” (2016), retratando não só o outono, como também o inverno, primavera e verão, em forma de música. Ao longo de seis faixas, o público é apresentado às etapas da vida. “Somos Estações” foi gravado no Refinaria Estúdios em Brasília, e teve a produção e edição de Jota Dale.

Em pouco tempo de história, a banda foi vencedora do concurso Rec And Play, promovido pelo Palco MP3, o maior site de música autoral do Brasil; e participou do Converse Rubber Tracks Brasil, gravando a canção “Do Céu Ao Mar”, com a produção assinada por Jean Dolabella. Já em 2018, venceram o concurso Rec do Rock StartUp Festival, recebendo como prêmio a gravação de um single inédito com o produtor Cris Simões e a realização de um webdoc dos bastidores pelo diretor de vídeo Bruno Paraguay.

Além disso, eles já tiveram a oportunidade de tocar em quase todas as grandes e tradicionais casas de shows em Belo Horizonte: Music Hall, Granfinos, A Autêntica, Circuito do Rock, Amsterdam Pub, Matriz, A Obra, dividindo o palco com expoentes da cena pop/rock brasileira como Ego Kill Talent, Fresno, Scracho, Scalene, Far From Alaska, entre outros.
Para 2018, a banda prepara seu segundo disco. A visibilidade e reflexão sobre a saúde mental são assuntos abertamente abordados no álbum, que relata a luta do vocalista e guitarrista Vinícius Coimbra com a depressão.

As diferentes percepções das angústias pessoais e como isso se reflete fora do nosso mundo pessoal é a marca de “Aquário”, cujo nome já reflete essas dualidades, mostra uma banda mais madura e preparada para dar voz a assuntos delicados. O disco que foi lançado dia 20 julho de 2018, recebeu menções importantes de veículos nacionais como Tenho Mais Discos Que Amigos e Canal Riff, ficando em playlists no Spotify com o single Temporário.

A Riviera é, atualmente, além de Vinícius, David Maciel (bateria), Rapha Garcia (baixo) e Rafa Giácomo (guitarra).

Conheça a gente:
● https://open.spotify.com/artist/1KWb1tmzWs8mcPxgjZgT8z
● https://facebook.com/projetoriviera
● https://instagram.com/projetoriviera
● https://palcomp3.com/projetoriviera
● https://projetoriviera.bandcamp.com
● https://soundcloud.com/projetoriviera

Playlists relacionadas

Contrate

Vinícius Coimbra

(31) 97571 - 6639http://www.riviera.art.br

Riviera

EstiloRock
Cidade/EstadoBelo Horizonte / MG
Plays255.849plays
Tamanho
Imprimir

Nunca Mais

Composição: Vinícius Coimbra

Há muito tempo eu aprendi A não imaginar o ontem Disfarcei lembranças até o fim Mas eu não quero mais Que contem E teus olhos que eu carrego em mim Se fazem por você Distante ate demais Otimista por quem faz E assim fez, da sua arma Meu ingênuo perdão E sempre que ouvia sua voz Eu corria pra ficar Contigo em paz Me orgulhava de você E perguntava-no por que, sozinho está? E assim o encanto Se desfez Há muito tempo eu aprendi Que, de mentiras, não se faz um homem Meu castelo, eu não vou construir Com areia se desfaz e some E por mais que eu possa imaginar Eu não vou assumir Distante até o fim Pois acredito que nem vale a pena Desgosto, sentir E num instante ouvi sua voz Me pedindo pra ficar Contigo em paz Mas já não quero mais saber O meu mundo sem você, já tanto faz E se eu amenizo a dor é muito mais por mim E muito dói ter que lhe dizer Que eu não acredito mais em você Mas, tudo bem Você não vai mais me ouvir Você não vai ouvir minha voz Você não vai ouvir minha voz

34.005

plays

Comentários

Filtrar Por:

Playlists relacionadas à musica

Home