Quando Inhambu Cantou no meu Quintal
EstiloFolk
Cidade/EstadoGuarulhos / SP
Plays5.321plays
Tamanho
Imprimir

1992

Composição: Antony Ventura e Ricardo Santiago.
Vejo o futuro pela palma da minha mão E bato palmas pro que vai acontecer Como um concerto voz e violão Assisto a tudo ouvindo a canção E nesses últimos dez anos eu não me enganei Muito menos menti Mas como a vida logo passa Já dizia minha avó! Não há mais suco de goiaba Nem pão de ló Hoje eu estou em tantas casas Longe do berço em que eu cresci Só pra fazer o que me fez chegar aqui Sem querer morrer Entre capas de vinis e roupas rock n’ roll Poesias de amor e ingressos de shows E a canção que eu cantava para nós Foi se perdendo a rouquidão da minha voz E hoje acredito que a razão é algo para não acreditar Eu fico sério pro agora Sorrio pro que vem depois O mundo encorajou uma garota em 92 Com um milhão de medos E uma criança pra gerar Que cresceu e chegou até aqui Sem querer morrer Em cada curva dessa estrada Em cada passo que eu trilhei Vai me trazer de volta Quando eu adormecer

214

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica