Sapos Cozidos

Cidade/EstadoAparecida de Goiânia / GO
Plays30.879plays
Tamanho
Imprimir

Eu vou passar por cima part. nei medeiros

Composição: Daniel Sousa

Quando a porta se fecha O comodismo se manifesta Escondendo a humanidade atrás da sua ética Com a mente cética Bombardeada diariamente Com noticias que deixam a alma fétida Enclausurada! Nos calabouços dessa vida Já não vejo homens, vejo maquinas Servos passivos, pessoas robotizadas Pois sonhos sem projetos Geram pessoas frustradas Pessoas morrem mais Abreviando a própria vida, Do que em guerras Ou vitimas de homicidas, Sabe ser crítico, e não conhece o poder do elogio Sabe matar com a língua, sem apertar o gatilho E assim o homem segue Servido o egocentrismo Defendem o amor, Idolatram o dinheiro Como vão se achar se nunca se perderam Somente se entregaram E pro sistema se venderam. Refrão: Não vou morrer assim, Não vou desanimar, Tentam matar meus sonhos Mas não podem me tocar Não vou morrer assim, Não vou desanimar, Se o mar nãos e abrir Por cima eu vou andar. A lei da troca equivalente nós torna alquimistas Com um pouco mais de argumentos Nos torna sofistas, E os desejos sociais só geram consumistas, Enquanto a tv aduba as mentes conformistas. O homem detesta a dor Mas tem atração por ela São sádicos sem sonhos Reféns de suas mazelas Vamos voltar no tempo Reformular as ideias Em joão 3 a bíblia é clara Então eu faço referência dela A escola é uma fábricas em constante produção Já não formam alunos E sim repetidores de informação No canteiro da mente, pragas germinam no chão E sufocam os sonhos E a esperança da nação Tentam te oprimir Tentam ofuscar seu brilho Mas maior é o que esta contigo Do que as frustrações do inimigo A vida é um oceano E se o mar não se abrir Nos vamos atravessar andando (Refrão) (Part. Nei medeiros) Se eu desanimar to declarando que esqueci de Deus Pois Deus não falha Com o ateu nem como judeu Nem comigo, nem com você Espera lá Se Deus te deu um sonho pra é você realizar Meu querido, o inimigo Vem na conversa Pra você perder o foco parceiro Pular de testa Nas tentação O que que é aquilo Dinheiro fácil Igual nos vídeo Menino, a cena é outra Presta atenção Estreito é o caminho Largo é o da perdição Deus chora, triste la de cima chateado Te escreveu uma linda historia Mas você quis o atalho Nos que vitoria Sem pagar preço Final de jó Mas não começo Presta atenção qual caminho escolheu O outro lá é só conversa Mas Deus escolheu você

3.586

plays

Comentários

Filtrar Por:

Playlists relacionadas à musica

Sapos Cozidos

Cidade/EstadoAparecida de Goiânia / GO
Plays30.879plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comunidade

OuvintesSapos Cozidos e outros 3 ouvintes
Fã-clubeJosemar Dantas e outros 1 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Daniel_aofBateria

Release

Sapos Cozidos

Síndrome do sapo cozido

Se você colocar um sapo numa panela com água fervente, em ebulição a 100 graus, ele por certo reagirá rapidamente e pulará fora da panela.

Porém, se você colocar o mesmo sapo numa panela com água fria e colocar essa panela no fogo, o sapo não pulará. Ficará quieto sentindo a água esquentar, esquentar, esquentar até que morrerá cozido.

Essa pequena história, nos dá uma enorme lição: o perigo de não percebermos uma situação perigosa quando ela traz suas graves consequências lentamente.

Muitas pessoas sofrem da síndrome do sapo cozido. Essas pessoas não percebem do risco fatal que estão correndo e ficam esperando para ver o que vai acontecer. Até percebem que o ambiente está “esquentando” porém, não tem a atitude correta de pular logo para outra situação e agir rapidamente para não morrerem cozidos.

Temos que desenvolver em nós uma aguçada percepção para sabermos a hora exata de mudar, de criar novas situações, de reinventar o que fazemos. Do contrário, morreremos cozidos.

By Peter Senge.


isso define um pouco nosso conceito,
sapos cozidos é um nome simbolico
para levar as pessoas aperceber
como estão agindo, e acordarem
antes que seja tarde de mais

Playlists relacionadas

Contrate

Daniel

(62) 9333 - 1309 | (62) 9333 - 1309https://soundcloud.com/saposcozidos
Home