GATO DE ALICE

Silvio Vinhal

Gato de Alice


Guardei bilhetes apaixonados nas dobras do dia
pra que você fosse se abrindo em alegria
deixando a felicidade pura e abundante
transbordar e colorir seu rosto

Ah! Como eu gosto de te fazer feliz
de ser esse cúmplice que te faz mulher e vai
junto no seu sonho e no seu gozo.
O gato mágico de Alice
que virtualmente invade o seu cais.

Procuro em seu rosto o mapa da mulher que amo
marcas de expressão que me revelam
o riso, a dor, a emoção
a alma rica que chamo pra unir-se à minha pobre alma
antes tão sozinha, desesperada.
Perdida nesse planeta desafinado
que zomba da paixão.

Geografia desconhecida daqueles que apressados não
percebem a beleza que brota abundantemente
de dentro de cada ser
e se apaixonam só pelo que podem ver à flor da pele.

O amor acontece de ser a ser
só os olhos da alma podem ver.

Músicas mais acessadas

Fotos (25)

Release

Silvio Vinhal começou a tocar violão aos doze anos, e nunca mais parou de compor. No final de 1998 gravou seu primeiro CD independente, intitulado GEOgrafia, que reúne 14 faixas sendo 13 de sua autoria, duas em parceria com sua irmã, a poeta, Sandra Vinhal, uma com parceria musical do músico Carlos Valença, que foi também o arranjador, e uma com a poesia da amiga Ana Teixeira, artista plástica e poeta. Um dos destaques deste album é a música Belo Horizonte. Silvio venceu festivais em Minas Gerais (Festférias- Ituiutaba 1981) e no Pará (Marabá em 1986). Canta Minas- (Uberaba-1996). Agora, ano em que o Album GEOgrafia completa 10 anos, empenha-se em divulgar seu trabalho na internet, alcançado outros públicos, enquanto prepara o próximo album para início de 2009.