O ENIGMA

Silvio e Sandra Vinhal

Por ser verdade / o belo é belo
e as árvores trazem em si
todo o ardor de chamas
vermelhas e azuis / fogo de gelatina em pó.

E luzes coloridas invadem a retina
num jogo de luz e cor

Por ser verdade / toda primavera
explode em cores e em sons
trazendo o frescor de cabelos ao vento
brilho na montanha de cristal

E o guerreiro solitário
em sua armadura de paixões
caça o enigma da paz

Por ser verdade / e absoluto
o tempo é senhor da razão
Estrelas de prata e bilhões de sóis
gravitam nessa órbita do caos

E num planeta pequenino
imerso em seus azuis
tanto ainda por fazer.

Músicas mais acessadas

Fotos (25)

Release

Silvio Vinhal começou a tocar violão aos doze anos, e nunca mais parou de compor. No final de 1998 gravou seu primeiro CD independente, intitulado GEOgrafia, que reúne 14 faixas sendo 13 de sua autoria, duas em parceria com sua irmã, a poeta, Sandra Vinhal, uma com parceria musical do músico Carlos Valença, que foi também o arranjador, e uma com a poesia da amiga Ana Teixeira, artista plástica e poeta. Um dos destaques deste album é a música Belo Horizonte. Silvio venceu festivais em Minas Gerais (Festférias- Ituiutaba 1981) e no Pará (Marabá em 1986). Canta Minas- (Uberaba-1996). Agora, ano em que o Album GEOgrafia completa 10 anos, empenha-se em divulgar seu trabalho na internet, alcançado outros públicos, enquanto prepara o próximo album para início de 2009.