Imagem de capa de Sobrevivente Moral
Sobrevivente Moral

Sobrevivente Moral

Cidade/EstadoCarapicuíba / SP
Plays173.218plays
Tamanho
Imprimir

Pensamento Gueto

Composição: Alan Na Rima e Nildo

Refrão Nildo na ativa Quilombola verdadeiro guerreiro Alan na rima Sentimento carrego no peito Nós vamos pra cima Periferia que vive um dueto São corações partidos, corações feridos, em cada rima e palavra eu levo o pensamento gueto. De escravo a rebelde letra A, Alan na rima Sentimento periférico, pensamento gueto, vamos pra cima Convocar os irmãos, pra verdadeira união A cada palavra dita e rimada nosso Rap não pode ser em vão Tem que tocar nos corações, fazer pensar as multidões Gritar forte os refrões, colocar para funcionar os pulmões Um salve para as minas e para os manos, axé Guerreiro do cotidiano, já é Eu tô ligado que tem que ser forte e guerreiro pra poder ficar de pé Vamos juntos assim que é, Alan na rima que está na levada Eu aprendi a nossa história, estou melhor agora, escrita caneta afiada Vamos atrás da paz desejada, mas tem que ter manifesto Com os nossos na rua, a verdade continua, longe do retrocesso Refrão Nildo na ativa Quilombola verdadeiro guerreiro Alan na rima Sentimento carrego no peito Nós vamos pra cima Periferia que vive um dueto São corações partidos, corações feridos, em cada rima e palavra eu levo o pensamento gueto. Eu me lembro bem 1994 foi o ano que o Rap me fez de refém Me envolvi agora tô aqui ultrapassando limites indo bem mais além Tô na corrida mandando várias rimas pros meu irmãos, meus manos daqui do gueto Junto com Alan preparado pro amanhã, pra correr atrás de tudo aquilo que é meu por direito Pois sou descendente de Zumbi, mais um quilombola que vai prosseguir Na luta armada usando minha levada pra conscientizar os manos daqui Os inimigos querem ver meu fim, mas Rap é a voz sentimento verdadeiro que vem do peito Invade as favelas, invades as vielas toma de assalto os morros, os becos Nossa ideologia não é apologia queremos apenas ver o gueto unido Virar a página de tanta desgraça que há tantos séculos tem acontecido Onde o povo sofrido tem permanecido com corações partidos, com os corações feridos Vendo seus filhos sendo vencidos pelo opressor pelos seus inimigos Por causa de tudo isso minha alma chora dá agonia no peito Tanta maldade, tanta crueldade, tanta covardia falta de respeito Meu manifesto, todos meus versos foi o que transformou minha vida nela deu jeito Por isso não vivo em vão luto pelos meus irmãos minha missão é levar o pensamento gueto Refrão Nildo na ativa Quilombola verdadeiro guerreiro Alan na rima Sentimento carrego no peito Nós vamos pra cima Periferia que vive um dueto São corações partidos, corações feridos, em cada rima e palavra eu levo o pensamento gueto.

9

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica