Imagem de capa de Sobrevivente Moral
Sobrevivente Moral

Sobrevivente Moral

Cidade/EstadoCarapicuíba / SP
Plays173.226plays
Tamanho
Imprimir

Pesadelo Feat. Tata

Composição: Alan Na Rima & Nildo

Hoje eu vou sair por aí e deixar o Diabo tomar contar da minha vida Hoje eu vou sair por aí e me entregar às garrafas de bebida Curtir as baladas na noite e me entregar a prostituição Várias doses de Tequila, sexo, orgia e muita tentação Quero me matar, me entregar as drogas principalmente a cocaína Usar bala, lança e tomar as diversas garrafas de bebida Curti um show de funk na noite o chamado pancadão Quero pagar de valentão e ter engatilhado na mão um oitão Colar nas quebradas de carro, hornet as melhores motos Com todos os ladrão da vila de nicke os agasalhos monstro Zuar as minas desrespeitar as casadas e pegar geral A transa é sem camisinha, motel de luxo e muito arsenal Quero dinheiro, quero prazer e muita mulher Andar com as correntes de ouro me diz quem é que não quer Quero ser o melhor da quebrada e me tornar malandro de confiança Para que assim as crianças e as famílias em mim tenham esperança Se vacilar me torno assassino eu mato mesmo Levo pra família do viciado desespero e medo Troco com a polícia sem correr sem medo sou guerreiro de fé Não quero mofar na cadeia pois já sei o sistema qual é que é. Refrão Paz, paz não há E o mal quer me arrastar Paz, paz não há Desse pesadelo quero acordar.   Ai maluco abra seus olhos não faça aquilo que manda o Diabo, porque ele só que com sua vida acabar Não abrace essa ideia macabra, pois ele já acabou com várias vidas meu parça e a meta dele é fazer você desandar Vários daqui do gueto foram em busca de sonhos que viraram pesadelo Encontraram a morte partiram mais cedo ou então presos sendo vítimas do medo Eu to ligado que ninguém quer ter esse destino com sua sina Por isso que eu digo fique ligeiro, pois seu pior inimigo só pode ser você mesmo entenda que o que você tem de melhor parceiro é a sua própria vida Eu sei que dá neurose também dá revolta ficar apenas com as sobras Enquanto políticos canalhas, falsários estão se beneficiando tendo tudo de bom no plenário, no congresso com suas manobras Só mesmo quem é o otário não percebe, não consegue entender Que se conscientizar é a melhor maneira de se armar para assim poder essa guerra vencer Nem sempre foi assim, mas agora estou com meus pés no chão Sou linha de frente outro combatente na batalha lutando com meus irmãos Então te falo de coração não pense que você não tem nada a perder A vida é curta passa bem rápido correr pelo certo pode ser difícil só que ainda é o melhor a se fazer De orgulho pra seus familiares não seja mais um irmão vivendo em vão Pra que você tenha um futuro decente não pode se entregar pra ilusão De ter uma vida fácil que pode ter consequência caixão lacrado Sofrimento destino trágico aqui no gueto perdi muitos aliados Acharam que não tinham nada a perder e a sina deles foi sete palmos debaixo da terra Jogaram a toalha desistiram da batalha se tornaram outra baixa na guerra. Refrão Paz, paz não há E o mal quer me arrastar Paz, paz não há Desse pesadelo quero acordar.

33

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica