Imagem de capa de Sombra Periférico

Sombra Periférico

Cidade/EstadoSão João del Rei / MG
Plays1.836plays
Tamanho
Imprimir

Fato Crucial Mundo Deteriorado

Música: Mundo Deteriorado SOMBRA PERIFÉRICO De norte a sul, de leste a oeste. Bang bang nas ruas parece até filme de faroeste, Um estrago do caralho tá embaçado, Caixas eletrônicos destruição por todo lado. A população ficou alarmada sem entender nada, Várias explosões tiros na madrugada. Isso tudo é o reflexo de um país desigual, Revolta na mente esse é o mundo do futebol. Brasil... todos estão com vergonha, Muitos pra sobreviver tem que se armar e meter bronca, Sobreviver também quero laser, Poder dar meus rolê de boa sem medo de morrer. Mais por aqui tudo isso se tornou impossível, Vários problemas se agravam a cada dia fica mais difícil. Estamos aqui jogados todos desolados. Problemas sociais afetam dentro dos nossos barracos. Alguns adormecidos consequentemente são finados, Resultado do descaso pelo governo do estado. Fingem não ver o que precisam a população, Saúde emprego e uma boa educação. Resistindo a ação do tempo num mundo deteriorado, De farsas e mentiras no país da impunidade é óbvio. Que vai ter sangue, de favelado pelo chão Se misturando ao sangue do boy sem compaixão. Resistindo a ação do tempo num mundo deteriorado, De farsas e mentiras no país da impunidade é óbvio. Que não vai ter pras crianças uma boa educação, Consequentemente futuros jovens dentro da prisão. Daqui estou vendo várias obras inacabadas, Um posto de saúde se destaca no meio do nada. É o meu dinheiro irmão e o seu também, Entrando pelo cano e isso vai mais além. Saúde educação emprego é o que precisam, Oportunidades e não construções de presídios. Menoridade penal pra um muleque primário, Pra que mais tarde se torne um adulto condenado. Tome cuidado doutor com as suas decisões, Pra não acabar num cativeiro esquecido nos porões. Muitos de nós acabam nos cabalabouços dos presídios, E muitos de vocês vitimados no qualificado homicídio. O os bota preta forjando a cena do crime. É um genocídio a cada esquina até parece filme, Mais fica atento irmão isso não é super sine A cada minuto tem funeral e o jornal imprime. Sem dó e sem dor sem nenhum rancor, Explicitamente o sangue escorre sem nenhum pudor. E que se foda a famila do finado, E que se foda quem pegou 10 anos no regime fechado. Resistindo a ação do tempo num mundo deteriorado, De farsas e mentiras no país da impunidade é óbvio. Que vai ter sangue, de favelado pelo chão Se misturando ao sangue do boy sem compaixão. Resistindo a ação do tempo num mundo deteriorado, De farsas e mentiras no país da impunidade é óbvio. Que não vai ter pras crianças uma boa educação, Consequentemente futuros jovens dentro da prisão. Já é fim de ano irmao final de novembro, O Natal está próximo hã... já estou até vendo. Vários veneno a carência predomina A falta de rango e de amor dentro das famílias. Os princípios básicos começam na educação, É o alicerce pra se formar grandes cidadãos. Mais tão tirando o que é nosso por direito Oportunidades de crescer dignidade e respeito. De que adianta os nossos direitos só no papel, É daí que disperta a vontade de portar as imbel. Ai a lei que não funciona a favor do cidadão, Vai funcionar a favor de de me trancar na prisão . Ai vão vir com aquele velho e maldito papo furado, Que todo réu perante a lei tem direito ao um advogado. Aos quarenta e cinco do segundo arrependido, Onde é que estão os nossos direitos que citei lá no início. Malditos, mentem em nome de Jesus Cristo. Fazem de tudo pra colocar os preto no crucifixo, De ponta cabeça venerando a besta, Com o sangue de inocentes em suas malditas Ceitas. É desse jeito irmão nunca baixe a cabeça pro Sistema, Corra atrás dos seus direitos, se informe , livre se das algemas Chega de fazer a vontade do maldito opressor. As dificuldades exitem, nao se entregue seja um gladiador. O gladiador vai a luta linha de frente não espera sentado. Fato Crucial SOMBRA PERIFÉRICO, tamu lado a lado . SOMBRA PERIFÉRICO, tamu lado a lado . Resistindo a ação do tempo num mundo deteriorado, De farsas e mentiras no país da impunidade é óbvio. Que vai ter sangue, de favelado pelo chão Se misturando ao sangue do boy sem compaixão. Resistindo a ação do tempo num mundo deteriorado, De farsas e mentiras no país da impunidade é óbvio. Que não vai ter pras crianças uma boa educação, Consequentemente futuros jovens dentro da prisão.

1.438

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica