Imagem de capa de Susanne Stersi
Susanne Stersi

Susanne Stersi

EstiloPop
Cidade/EstadoRio de Janeiro / RJ
Plays9.243plays
Tamanho
Imprimir

Faísca

Composição: Susanne Stersi

No escuro, corpete de veludo Um drink sem cerveja com cereja no canudo É, num gole só, garganta arranhada deu um nó Pausei, pensei e virei cuspindo tudo Com pretensão, parei na sua frente com um “oi” Sorriso no canto de boca sei que já foi Lançando, tentando mas tanto É tanta tentação e tu aí só relutando Porque pecado é tá tão quente E você embarreirar deixar ferver A sinuca foi pretexto pra sentir Se tu se joga pra valer Vulcão em erupção Atenção que eu já vou Em outra dimensão Convocando pro meu show, pro meu show Desejo? Sei qual O nome? Sei qual Quando atrita, sai faísca É isca, pisca a coisa e tal Desejo? Sei qual O nome? Sei qual Quando atrita, sai faísca É isca, pisca a coisa e tal Mais um drink, próxima rodada A coisa fica séria e o fogo se alastra Pra gente derreter Lança um embrasa, embrasa Que eu quero ver Ritmo empolgante e aquela pista toda Vamos adiante Ai, que coisa louca Pra gente derreter, pra gente derreter Porque pecado é tá tão quente E você embarreirar deixar ferver A sinuca foi pretexto pra sentir Se tu se joga pra valer Vulcão em erupção Atenção que eu já vou Em outra dimensão Convocando pro meu show, pro meu show Desejo? Sei qual O nome? Sei qual Quando atrita, sai faísca É isca, pisca a coisa e tal Desejo? Sei qual O nome? Sei qual Quando atrita, sai faísca É isca, pisca a coisa e tal Pisca a coisa e tal Atrita, faísca,faísca Faísca

2.904

plays

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário

Playlists relacionadas à musica