Tabajara Rosa

EstiloSamba
Cidade/EstadoSão Paulo / SP
Plays4.753plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesTabajara Rosa e outros 3 ouvintes
Fã-clubeSelma Elias dos Santos e outros 1 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

Tabajara Rosa | Cantor e Compositor

Tabajara Rosa, sambista, poeta – cantor e compositor – paulistano, nascido em 11 de Agosto de 1942.
Para falar de Tabajara Rosa, precisamos conhecer sua origem, suas influências de vida e musicais, relembrando a história de seu pai, José Benedito da Rosa.

Origens | José Benedito da Rosa
Músico integrante da Banda de Música de Cumbica [4a Zona Aérea], Pistom número 1 da Banda, sendo um de seus primeiros Regentes e fundadores da banda, teve a honra de ser homenageado pelo trompetista norte-americano Louis Armstrong, um dos mais importantes nomes da história do jazz mundial, que, como reconhecimento de seu talento, lhe presentou com um pistom banhado à ouro na década de 50. – O virtuosismo e perfeccionismo marcou este encontro e a admiração mútua surgida nesse encontro.
Autodidata, José Benedito falava vários idiomas e era conhecido por sua personalidade extremamente generosa e benemérita, estava sempre envolvido com causas sociais; seu trabalho beneficente rendeu bonitas homenagens póstumas que, entre as homenagens recebidas, teve uma rua na cidade de São Paulo batizada com seu nome: Rua José Benedito da Rosa [Vila Nhocuné – São Paulo/SP] por honra à seus trabalhos sociais e respeito colhido de personalidades politicas, músicos, radialistas, jornalistas e militares por seu caráter benevolente e sua genialidade musical.

Compositor, compôs muitos `dobrados` para altas autoridades, hits, gêneros variados e, por vezes, não se importava em ter seu nome nas autorias ou mesmo que fosse visto. José Benedito da Rosa encantava a todos com sua musicalidade de altíssimo nível e fascinava a quem o ouvia.
Em uma passagem de sua vida, por coragem e/ou `maluquice` aceitou o desafio de tocar seu pistom – sem desafinar! – durante as manobras de vôo de Tio Melo – histórias que trazia muito riso à todos que as ouviam.
Um de seus grandes amigos, Vinicius de Moraes [o `Tio Vina`], impressionado com sua `transcendência` espalhava aos `quatro-ventos` que ``São Paulo era o `Túmulo do Samba``` o que causava muita polêmica na época. – Muitos não entendiam a dialética e tudo o que se queria dizer era que São Paulo era um jazigo de grandes músicos, notáveis nomes, entre eles o próprio José Benedito da Rosa.
Suas experiências musicais tinham deixado lastro em muitas bandas de jazz, orquestras; dividiu e ganhou suas experiências com muitos músicos, mestres – maestros! – de forma que o amor pela música o levava à tocar gratuitamente.
Sua generosidade se estendia também à sua musicalidade, orientava arranjos e coreografias, contribuindo, assim, no processo construção do trabalho artístico dos Irmãos Chevalier [Trio de Cantores Dançarinos – Década 50]

Ninon de Sevilla
José Benedito da Rosa era o preferido da cantora e rumbeira, Ninon de Sevilla, em todas suas temporadas pelo Brasil a artista manifestava o seu interesse em leva-lo consigo para o exterior.

Em 02 fevereiro de 1959 partia José Benedito da Rosa, o filho de Antônio Manuel da Rosa e Maria Caetano do Nascimento. - Músico e Oficial da Reserva da Força Aérea Brasileira com uma vida marcada por sua honrosa passagem pelo Exército Brasileiro e Guarda Civil. Seu corpo encontra sepultado no Cemitério Vila Formosa [Capital de São Paulo] e José Benedito da Rosa deixa em sua bonita passagem uma história de retidão e admiração por parte de seus familiares e conhecidos.


Tabajara Rosa

Após a morte de seu pai, Tabajara Rosa inicia suas atividades musicais.
Sua carreira se inicia marcada por sua participação como violonista no Grupo de Congada da Vila Nhocuné, dirigido, na época, pelo saudoso Sr. José Honório, com apresentações em festas Afros e Igrejas.
Por alguns anos de sua vida, Tabajara Rosa, abandona a carreira musical e ingressa na carreira pública, até os idos de 1960, onde retoma às atividades como guitarrista no The Genios, o segundo grupo à utilizar instrumentos eletrificados na região Leste de São Paulo, junto com Fernando, Silvio, Carlinhos do Acordeon e Jorge Canuto. – O grupo marcou presença em Bailes e nas Associações de bairro, como, Arthur Alvim, Jardim Nordeste e Vila Ré, assim como também em Quermesses locais [Igreja Sto. Antônio, Santa Teresa, Casa de Galícia, entre outras].

Ainda na década de 60, conhece Osvaldo Barro [Osvaldinho da Cuíca] em seu local de trabalho e com ele marcavam as reuniões de fim de expediente tocando `iê-iê-iê` em ritmo de samba, em momentos de muita alegria e descontração. Nessa parceria Tabajara começa a ter contato com vários instrumentos afros e adquire conhecimentos sobre a arte da Capoeira [Mestre Bimba, Mestre Pastinha e Mestre Besouro] – histórias vividas com muito `samba no pé` - de Osvaldinho da Cuíca, é claro!

Encontros & Composições

Em 1973 compõe a música `Direitos` que, 10 anos depois, é inscrita em um grande Festival de MPB – o `MPB Shell` - uma obra de vanguarda, não classificada na ocasião, mas com letra bastante atual.

Nesse mesmo período inicia-se uma história de parceria com Ronaldo Camilo [Músico, Compositor, Arranjador, Professor de Música], ainda bastante jovem na época, com o qual em uma bonita afinidade cultura e musical, rendeu as composições das belas canções `Livre`, `Corre Menino`, `Tributo ao Guerreiro`, `Cântico da Rosa` e `Carta ao Mar`, canções que viriam compor o seu primeiro disco anos depois.

Honrado em ser apresentado à Luiz Carlos da Vila, compôs `À Fina Flor do Samba` [Tabajara Rosa / Luiz Carlos da Vila / Ronaldo Camilo / Pezão de Itaquera] em sua homenagem e, por último, `Palavras Cruzadas` junto com esse ícone do samba carioca.

Entre seus estudos, passa a ter aulas de harmonia por um curto período de tempo com o mestre Luciano Machado [Músico Especialista em Violão 7 Cordas, Cavaco e Bandolim e Professor] estabelecendo uma relação de grande admiração e carinho.

Seus trabalhos como compositor ficam estacionados por um tempo e, levado por Madá [Tias Baianas Paulistas] é apresentado ao saudoso `Valtinho das Baianas` que o incentiva voltar a compor e o reconecta aos companheiros de outrora - Osvaldinho da Cuíca, Gilson Nunes, Benedito Justino [Nenê da Vila Matilde], Mestre Lagrila, Seu Carlão [Peruche] e Denise Camargo – retomando o processo de composições e sua participação efetiva na Cultura Sambística de São Paulo. – Encontros que cruzam essas estradas, essas histórias, conjugando os três tempos verbais dessa vertente, unindo com muita beleza diferentes gerações.

`O Nosso Coração é Claridade` e `Tributo à Valtinho das Baianas`, gravadas pelo grupo Tia Baianas Paulistas marca este encontro e está gravado na coletânea `Memórias do Samba Paulista` [Selo: Kolombolo Diá Piratininga – Guga Stroeter, Kaçula e Renato Dias – 2002/2003]

Referências Musicais

Jackson do Pandeiro; Gordurinha; Adelino Moreira; Nelson Gonçalves; João Rubinato; Germano Mathias; Talismã; Sebastião, da Folha Azul dos Marujos; Mala do Tatuapé; Airton Santa Maria [Camisa Verde e Branco]; Alberto Alves de Souza, Seu Nenê [Nenê da Vila Matilde]; Alberto Alves - `Betinho da Vila Matilde`; mestre Bráulio [Ala de capoeira da Nenê], também seu oponente nos `tira-teimas` de capoeira × karatê: Alvarenga e Ranchinho; Armando da Mangueira; Tio José Benedito de Freitas (Baltazar do Trombone); Benedito Justino, Reinaldo Figueira [Patinho Caixa], Marinho Caixa; as irmãs: Ciete, Madá, Clara e Creusa, Semir, Marco Antônio Freitas, Albertino Alves de Souza, Mestre Lagrila, Macalé, Zurão, Tibá, Clarim, Champlim, Nicolau Apito de Ouro, Dona Danga, Arlete Alves de Souza, Laurinha Embaixatriz do Samba (e prima) da Nenê de Vila Matilde; Dorival Caymmi; Denise Camargo; Duda Ribeiro; Inezita Barroso; Gilson Nunes, da Leandro de Itaquera; Guga Stroeter; José Benedito da Rosa [também conhecido como: Sargento Rosa/ Ten. Rosa/ Lira de Ouro/ Rosinha do Pistom/ Seu Rosa / Mestre Rosa / Pedroca / Bico de Ouro e Piston de Ouro, entre outros]; Nelson Triunfo [amigo do tempo dos bailes do Palmeiras, na década de 70, amizade reencontra em 2003]; Louis Armstrong; Luiz Gonzaga; Mestre Paulo - Samba Autêntico; Osvaldinho da Cuíca; Paulistinha, Rolling Stones; Raul Seixas; Rita Lee; Seu Carlão; Tonico e Tinoco; The Beatles.

Apresentações:

- Sociedade Amigos de Artur Alvim
Com Pedro Perino, Jaime Gonçalves, Claudete Soares, Luis Cavalcanti, Gilberto Soares – o "Teto" -, Chagas Cavalcanti, Cotoco e Cotoquinho e Nho Borboleta.

- Rua do Samba
Com Tias Baianas Paulistas (TBP) e Samba Autêntico.

- Dona Maria Esther - Samba de Bumbo de Pirapora
Com o Valter Cardoso, Tias Baianas Paulistas, Samba Autêntico, Leandro Medina, Andréa Soares, Osvaldinho da Cuíca (reencontro após 40 anos), Renato Dias, Ligia Fernandes.

- Igreja Nossa Senhora do Rosário
Com Valter Cardoso e Tias Baianas Paulistas.

- Bienal da Cultura
Com Valter Cardoso e Tias Baianas Paulistas, Seu Nenê de Vila Matilde.

- Com Dona Maria Esther - Samba de Bumbo de Pirapora
Com Tias Baianas Paulistas, Renato Dias, Ligia Fernandes, Rodrigo Dias, Bia Bernardes, Tomaz Bastian e Samba de Bumbos, Roberta Oliveira, Osvaldinho da Cuíca e Tereza Gama.

- Casa do Martinho
Com TBP, Samba Autêntico, Embaixada do Samba.

- Casa do Martinho
Com a Embaixada do Samba, TBP e Samba Autêntico.

- Folia da Farias
Com as TBP.

- SESC do Carmo
Com Seu Carlão, TBP e Samba Autêntico.

- Parque da Água Branca
Com as Tias Baianas Paulistas e Kolombolo.

- MASP
Com as Tias Baianas Paulistas e o grupo Cafeína.

- Poesia na Brasa
Com o poeta Mug, Cidão, Waldir Brito Dica, Renato Dias, Ligia Fernandes, André Altaneira, Alina Ka, Roberta Oliveira, Gabriel Spazianni.

- Grazie a Dio
Com Sorriso, André Pantera e o grupo Cafeína.

- Casa das Rosas
Com o grupo Kolombolo

- Teatro da Vila
Com o grupo Cafeína.

- Samba da Ala Kolombolo
Com Osvaldinho da Cuíca, Elizete Rosa de Almeida, Silvio Modesto, Zé Maria, Ideval Anselmo, Toinho Melodia, Antônio Carlos, Igor Alegoria, Marcos Dimenstein, Pedro Neto, Anita Galvão Bueno, Renato Dias, Laura Ghellere, Tomaz Bastian, Priscila Lavorato, Soraya, Max Khristian, Rodrigo Dias, Bia Bernardes, Tião Preto, Aldo Bueno, Silvana Gorab, Chapinha da Vela, Gabriel Spazziani,Toinho Melodia, Marco Antonio Freitas, Adriana Moreira, Marcelo Mazon, Israel de Abreu.

- Conexão Kolombolo & Ponte Preta
Com Renato Dias, Ligia Fernandes, Max, Gabriel Spazziani, Marcos Dimenstein, Ricardinho, Igor Alegoria, Israel de Abreu,Tomaz Bastian e o samba de bumbos, Antonio Carlos, Anita Galvão Bueno, Priscila Lavorato, Roberta Oliveira, Monica Silva,Wesley Nog, Marcelo Mazon, Mc Roberto Buia, Mc Gaspar, Hermes.

- Samba do Congo
Com Fernando Ripol, Joel Diamante, Rosângela Ludovico, Wesley Nog, Márcia Cassiana Rosa.

- Ala dos Compositores da Kolombolo – Participação por 5 anos, aproximadamente.


Parceiras Musicais:

- Parceiros musicais: Né Presentini, Ronaldo Camilo, Pezão da Leandro de Itaquera, Luiz Carlos da Vila, Toinho Melodia, Anita Galvão Bueno, Alberto Dantas, Marcia Cassiana Rosa, Maurício Rocha Barak, Gil Menick , Valeria Rosa, Gilberto Xique-Xique.

Obras/ Composições

Ouça, entenda com teu coração - [Tabajara Rosa]
Abriu A Boca - [Tabajara Rosa/ Nó Presentini]
Potencial - [Tabajara Rosa]
Do Outro Lado da Floresta - [Tabajara Rosa]
Desculpe Aí - [Tabajara Rosa]
Direitos - [Tabajara Rosa]
Livre - [Tabajara Rosa/Ronaldo Camilo]
Corre Menino - [Tabajara Rosa / Ronaldo Camilo]
Tributo ao Guerreiro - [Tabajara Rosa / Ronaldo Camilo]
Cântico da Rosa - [Tabajara Rosa/ Ronaldo Camilo]
Carta-ao-Mar - [Tabajara Rosa/ Ronaldo Camilo]
Salve a Baiana - [Tabajara Rosa]
A Noite Convida - [Tabajara Rosa]
Café no Bule - [Tabajara Rosa]
Santa Maria me Ajude - [Tabajara Rosa]
O Nosso Coração é Claridade - [Tabajara Rosa]
Tributo a Valtinho das Baianas - [Tabajara Rosa]
A Minha Escola Preferida - [Tabajara Rosa]
Lira de Ouro - [Tabajara Rosa/ Gilberto Xique-Xique]
Canto de Candura - [Tabajara Rosa / Anita Galvão Bueno]
Igual a um Colibri - [Tabajara Rosa / Anita Galvão Bueno]
Athame de Luz - [Tabajara Rosa / Marcia Cassiana Rosa]
Amor Resgate da Esperança - [Tabajara Rosa]
No Batuque do Tambor - [Tabajara Rosa]
Tributo a Luciano - [Tabajara Rosa / Ronaldo Camilo]
Treze Circunferências de Samba - [Tabajara Rosa, Mauricio Rocha Barach e Alberto Dantas]
Gatinha 90 - [Tabajara Rosa]
Vá Nessa Luz - [Tabajara Rosa]
Peludinha - [Tabajara Rosa / Valeria Rosa / Gil Meneck]
Rala-Rala - [Tabajara Rosa / Valéria Rosa e Gil Meneck ]
Forró da Mariana - [Tabajara Rosa / Valéria Rosa e Gil Meneck]
Valor da Vida - [Tabajara Rosa]
Palavras Cruzadas - [Tabajara Rosa / Luiz Carlos da Vila]
Povo & República - [Tabajara Rosa]
O Sorriso do Palhaço - [Tabajara Rosa]
Pura Luz - [Tabajara Rosa]
Samba Apaixonado - [Tabajara Rosa]
Aprendiz da Paixão - [Tabajara Rosa / Ronaldo Camilo]
Sete Linhas - [Tabajara Rosa]
Vou Cantando - [Tabajara Rosa]
Ás da Manga - [Tabajara Rosa]
Germinou - [Tabajara Rosa]
Desarme - [Tabajara Rosa]
Pagode do Canela [- Tabajara Rosa / Toinho Melodia]

Gravações

CD Coletânea - Vol. 03 [CCB] - ``Direitos``
Com Ronaldo Camilo e Ully Costa
link http://www.clubedoscompositores.com.br/cd1/ouvircd3.htm.

Essa música foi duas vezes primeiro lugar, no Brasil e no exterior, conforme foi documentado pelo Clube dos Compositores do Brasil (CCB), com mais de 100.000 audições e votos 5 estrelas.

CD Memórias do Samba Paulista - ``O Nosso Coração é Claridade`` e ``Tributo a Valtinho das Baianas``
Com as Tias Baianas Paulistas.
Produção: Guga Stroeter / Kaçula e Renato Dias

CD Treze Circunferências Musicais
Canções: `Livre`, `Corre Menino`, `Tributo ao Guerreiro`, `Cântico da Rosa`, `Carta-ao-Mar`, `A Minha Escola Preferida`, `Canto de Candura`, `Igual a um Colibri`, `Athame de Luz`, `Amor Resgate da Esperança`, `No Batuque do Tambor`, `Tributo à Luciano`, `Treze Circunferências de Samba` e `Vida`.
Artistas Convidados - Cantores: Tito Amorim, Josenir Mendonça [Semir], Tabajara Rosa, Anita Galvão Bueno, Luz Lima, Roberta de Oliveira, Rose Calixto, Priscila Lavoratto, Cacau Ras, Ully Costa.
Backing Vocal: Clara, Elisangela Nê, Madá, Valéria Botelho, Luz Lima, Ronaldo Camilo, Semir, Tito Amorim.
Produção e Arranjos: Ronaldo Camilo
Instrumentistas: Gabriel Deodato, Tito Amorim, Christopher Souza, Ronaldo Gama, Flávio Benes, Leco Batera, Erick Santos, Sérgio `Barba2`.

Projetos
Lançamento do CD e Documentário [programado para o primeiro trimestre de 2017];

Projetos Futuros
Shows, Peças Teatrais, Livros, Vestuário, Musicais.

Agradecimentos

À Deus - pela permissão de ter nascido nesta Terra de Samba, bem como como pela oportunidade de, em avançada idade poder reverenciar respeitosamente essa raiz cultural, como seu segmento.
Agradecimentos também às Tias Baianas Paulistas, Kolombolo Diá Piratininga, Projeto Samba Autêntico, Embaixada do Samba, União Das Escolas de Samba Paulistas, Liga das Escolas de Samba, Velhas Guardas, cantores, compositores, músicos, público, veículos de comunicações, órgãos culturais, enfim: todos segmentos que, pelo carinho, respeito e aceitação, contribuíram para essa realização.


Contatos
Tabajara Rosa
tabajararosa51@gmail.com
(11) 989514597 (11) 993888133

Para Ouvir Online
http://www.clubedoscompositores.com.br/cd1/ouvircd3.htm

Playlists relacionadas

Contrate

Tabajara Rosa

(11) 9388 - 8133 | (11) 99388 - 8133https://www.youtube.com/watch?v=zArpddSPqAg
Home