A Paz Está Morta

Eduardo

Ontem à noite ouvi os tiros, sirene de polícia
Amanhece a rotina, me traz outra carnificina
Em lágrima de mãe, filho ensangüentado
Um bar em cada esquina, sempre caixão lacrado
Não vejo mais crianças felizes brincando no parque
Agora estão com ódio no peito, com uma 12 ou fumando crack
Invadindo as mansões, proporcionando o terror
A luz no fim do túnel infelizmente aqui se apagou

A paz tá morta, desfigurada no iml
Sangue no chão, revólver na mão
A marcha fúnebre aqui prossegue

O moleque de dez anos segura o seu fuzil
Futuro soldado metralhado no chão da injusta guerra civil
Embaixo do viaduto, numa caixa de papelão
Uma família dorme no frio, comeu resto achado no chão
Aqui não existe formatura, só vejo pulso algemado
Corpo decaptado no mato, futuro desperdiçado
Carbonizaram nossa paz, mataram a esperança
Só deixam como herança uma glock pra criança

A paz tá morta, desfigurada no iml
Sangue no chão, revólver na mão
A marcha fúnebre aqui prossegue

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (4)

Fotos (14)

Clipes (16)

Release

Yzalú, oriunda de São Paulo, é: cantora, rapper,compositora e violonista. Com treze anos de carreira, inovou no cenárioindependente, lançou seu primeiro álbum intitulado “Minha Bossa É Treta”.Lançado em 2016, ousou e experimentou ritmos desde Rap, passando pela MPB,Samba Jazz e Afrobeat. Realizou trabalhos para Skol e Apple, e foieleita uma das Sete Mulheres Negrasmais influentes pela RevistaPlaneta, ganhou pela segunda vez o prêmio de artista mais acessadada Black Music pelo site Palco MP3, possui uma enorme aceitação dacrítica pelo seu trabalho assim como reconhecimento de importantes artistascomo; Elza Soares, Marina Lima, entre outros. 
Yzalú inova no cenário de músicaindependente contemporânea com uma enorme qualidade artística. Dona de uma vozsuave e potente, e por onde passa, promove naturalmente uma transformaçãosocial ao discutir temas relevantes para a sociedade ...

Continuar lendo>>