Aline Muniz

EstiloPop
Cidade/EstadoSão Paulo / SP
Plays223.508plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comunidade

Ouvintesjose eduardo de paula junior e outros 325 ouvintes
Fã-clubeDJ chagas e outros 73 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

Aos cinco anos de idade já era possível identificar em Aline Muniz uma cantora ascendente com uma escova de cabelos em frente ao espelho ou nas apresentações que improvisava para suas bonecas... Carioca, libriana, nascida no dia 25 de setembro de 1983 e com ouvidos apurados de quem cresceu escutando Elis Regina, Chico Buarque, Rita Lee e tantos outros nomes consagrados da música, ela herdou da mãe (a atriz Angelina Muniz) o DNA artístico. Nasceu para viver nos palcos e, embora tenha estudado teatro, preferiu marcar presença nos palcos de shows musicais com o seu encanto e o seu canto.

Aos 12 anos começou a estudar música: fez aulas de violão, gaita e piano. E, aos 15 anos, o mais importante marco na vida da debutante foi a sua profissionalização como cantora. A adolescente ingressou também no Teatro Célia Helena, em São Paulo, e – justamente nas aulas de interpretação enquanto cantava nas peças – descobriu sua genuína vocação: interpretar a música brasileira e colocar o máximo de sentimentos nas palavras entoadas.

Aline Muniz ingressa então na noite paulistana e impressiona com sua voz potente vinda de uma garota tão franzina. E realmente a voz dela desmentia a idade e reduzia as platéias barulhentas ao silêncio com suas letras infladas de emoções a ponto de causar arrepios e aplausos frenéticos nas pessoas. E mostrou isso quando fez parte de diversos grupos musicais. Mas, seu tom rico e maduro – junto com o destacado dom para ser estrela - exigia mais: em 2006, formou sua primeira banda solo. E, para montar seu primeiro show “Sacundin Sacunden”, fez aulas de canto, dança e expressão corporal. E, desde então, o que tem feito diariamente é brilhar como vocalista. Uma estonteante encantadora de almas com todos os elementos de uma grande estrela influenciada pelo som de Stevie Wonder, Esperanza Spalding, Jammie Cullum, Djavan, Richard Bona e Sting.

Seu primeiro álbum “Da Pá Virada”, produzido por Marco de Vita e Lua Lafaiette, veio em 2008 com composições como “O Negócio É Amar”, de Carlos Lyra e Dolores Duran e a música de trabalho “Básica” (de Tatiana Cobbett) que conquistou o topo das mais tocadas nas rádios do Brasil. Suas melodias ganharam a simpatia da crítica e do público. E o sucesso a fez ser convidada pela Rede Globo para homenagear Moraes Moreira no programa “Som Brasil”. Na ocasião, interpretou, entre outras, a canção “Bloco do Prazer” com arranjo totalmente original e presença de palco inigualável. O primeiro trabalho também foi destaque nas telenovelas da Rede Record: “Saindo de Mim” e ”Sai Dessa” viraram trilhas sonoras das novelas “Poder Paralelo” e “Chamas da Vida”.

Em 2011, a cantora lança seu segundo álbum "Onde Tudo Faz Sentido" com composições dela e do marido que teve o zelo de reunir vários escritos que a esposa fez durante a vida. E não é só o talento inegável como compositora que está presente no disco, mas, também a voz surpreendente interpretando clássicos como “Deixa Chover” de Guilherme Arantes e “Mensagem de Amor” de Herbert Vianna.

O álbum começou a ser gravado em Nova York, onde Aline morou e conheceu músicos experientes que vieram a participar do disco, como: Benny Rietveld, Robert Di Pietro, Etienne Stadwijk e Rubens de La Corte, que já acompanharam artistas como Norah Jones, Carlos Santana, Richard Bona, Angélique Kidjo e Eliane Elias. A outra metade foi gravada em São Paulo. O disco contou também com a participação de músicos brasileiros de nível também altíssimo, como Marcelo Mariano, Edson Guidetti e Eduardo Salmaso.

Fruto desse trabalho, “Mensagem de Amor” é um dos singles do disco que ganhou clipe e contou com direção de Maurício Eça (Racionais MC, Pitty, Capital Inicial): http://youtu.be/zUiB5peAcaQ.

Em 2012, Aline viajou o Brasil todo apresentando o CD ao público. A cantora passou por grandes teatros como o Teatro Oi, em Brasilia, o Teatro do SESI, em Porto Alegre e o Guairinha, em Curitiba. O projeto dessa turnê foi todo realizado pela Lei Rouanet e contou com uma equipe de 21 profissionais, entre bailarinas, músicos e produção, e teve um cenário formado por mais de 100 peças de quebra-cabeças.

No começo de 2013 encerrou a turnê com shows esgotados em São Paulo, no Teatro Geo (com participação de Leo Jaime), e no Rio de Janeiro, no Teatro Net.

Agora, Aline está finalizando seu terceiro disco que tem lançamento previsto para outubro de 2014

Playlists relacionadas

Contrate

Atrevida Produções

(11) 5051 - 3233https://www.AlineMuniz.com.br
Home