Imagem de capa de Não Pode Ser Nada
Não Pode Ser Nada

Não Pode Ser Nada

EstiloTrap
Cidade/EstadoSalvador / BA
Plays208.407plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver todos os álbuns
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesValdison Fernandes e outros 10.030 ouvintes
Valdison FernandesValdison FernandesValdison FernandesValdison FernandesValdison Fernandes
Fã-clubeMarlonSato CCP e outros 155 fãs
MarlonSato CCPMarlonSato CCPMarlonSato CCPMarlonSato CCPMarlonSato CCP

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário
Imagem de FabinFabinVoz
Imagem de RaalRicoRaalRicoVoz
Imagem de R4R4Voz

Release

RELEASE - EP "Real Pagotrap"

Uma nova vertente da música brasileira. Assim, podemos tratar do EP “Real PagoTrap”, que marca a consolidação da junção de dois gêneros musicais.

De um lado, o pagode baiano. Do outro, o Trap/Rap americano. Juntos, formam o que hoje é conhecido como "Pagotrap".

Assim como seus gêneros inspiradores, trata-se de uma grande referência, um espelho do que acontece nas "quebradas", como são conhecidas as ruas e bairros de onde saem as bandas e grupos do gênero.

A proposta é unir o estilo de vida de curtição e festas do pagode, com seu groove instrumental orgânico, e trazendo a essência do Trap/Rap na forma de se comportar e rimar. Seja nas batidas digitais, sem perder o estilo e elegância seja dando origem a uma proposta diferenciada no cenário musical brasileiro, que está em plena expansão.

O Grupo “Não Pode Ser Nada”, por sua vez, configura-se como um dos principais precursores do novo estilo na Bahia. Após atuar diversos anos no cenário underground das festas de Salvador-BA, em 2019 o termo “PagoTrap” ficou bastante popular.

O produtor RDD e os integrantes do grupo começaram, por volta do ano de 2009, a expressar o termo, que já tinha começado a ganhar forma como “Batifun beat”, pelo produtor Calibre Mc.

Já em 2015, como “Trap Pagodão”, o ritmo se misturou ao trap de fato, através do Remix do grupo Attooxxa, na música “Mete Dança”, do artista Fashion Piva.

Ainda assim, o termo só foi consolidado em 2020, pela junção de RDD enquanto produtor, junto às vozes do Não Pode Ser Nada e O Poeta, na gravação da música “Chuva”, que mostrou ao público o estilo musical que tomaria conta da cidade nos próximos anos, através de uma leva de novos artistas, para o gênero que vem crescendo exponencialmente, influenciando também o cenário nacional, indiretamente.

Para consolidar ainda mais o gênero no cenário, ocorre o lançamento do EP “Real PAGOTRAP”, a fim de consolidar a vertente e levá-la a outro patamar e relevância, chamando atenção da indústria de forma definitiva.
Um exemplo de como isso vem se consolidando, porém ainda de forma discreta, é a música “Me Gusta”, da Anitta com a Cardi B, que tem elementos do PagoTrap em sua composição, colocadas pelo produtor RDD e o guitarrista Chibatinha, da banda Attooxxa.

Podemos destacar, também, o novo disco da Karol Konka, dentre tantos outros exemplos que seguem abrindo as portas para que o gênero ganhe ainda mais espaço no mercado.

O grupo Não Pode Ser Nada, então, assume a responsabilidade de mostrar para o Brasil esse estilo sem máscaras, através da sua voz legítima. Por isso, foi dado o nome “Real Pagotrap”, pois todas as músicas exploram essa estética de forma original, real e didática.

O disco tem produção musical de grandes nomes como Tropkillaz, RDD (Attooxa), Guiga Serra e Sistema PaggoTrap. Além disso, o grupo traz participações de grandes nomes do pagode Baiano, como O Poeta, Zé Paredão, Raoni Kannalha (Attooxxa), O Maestro e o rapper Klisman.

O EP possui 6 faixas que vão fazer com que o público tenha a vontade instantânea de curtir o ritmo que vai dominar o Brasil.

Playlists relacionadas