adelmariocoelho

EstiloForró
Cidade/EstadoSalvador / BA
Plays3.205.398plays
Tamanho
Imprimir

Conectar o quê

Composição: Anderson Iata

Ela me convidou pro orkut Dizendo que era tudo muito fácil de acessar Pediu que criasse um email Pois esse é o melhor meio para se comunicar Contou sobre uma internet Disse que se eu quisesse era só conectar...vixe Eu perguntei: conectar o que? Sou nascido la na serra meu berço foi uma gamela E meu brinquedo maracá Sou carente de estudo e o que conheço do mundo É festa de vaquejada, um bom forró de latada, perneira, chapéu, bornal Não conheço internet, nem email e nem disquete Mas em matéria de flerte sou o rei desse lugar Morena se tu quiser deixe a tecnologia Que eu te mostro a magia, numa noite de luar Aí vai ser tão bom, aí tão bom vai ser Eu deleto a vergonha para o amor acontecer Aí vai ser tão bom, aí tão bom vai ser Crio um site de ternura para conquistar você

303.023

plays

Comentários

Filtrar Por:

Playlists relacionadas à musica

adelmariocoelho

EstiloForró
Cidade/EstadoSalvador / BA
Plays3.205.398plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesDilim Costa e outros 4.620 ouvintes
Fã-clubeFlávia Moutinho e outros 1.047 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

Adelmario Coelho representa o autêntico forró pé-de-serra, divulgando, através de suas canções, os costumes e a cultura do Nordeste. Do seu trabalho emana o calor, a alegria e a força do povo nordestino. Conhecido como o “Forrozeiro do Brasil”, traz em seu estilo vibrante uma variedade de ritmos como o baião, o xote e o xaxado, que se integram em shows inesquecíveis. Suas apresentações surpreendem pela beleza dos cenários, luzes, figurinos e coreografias, que conduzidos com grande apuro técnico e muita emoção, fazem a forte marca pessoal do artista.

O cantor já foi assistido por mais de um milhão de pessoas em suas turnês, que acumulam uma média de 120 shows por ano, realizando participações em grandes eventos e expandindo o forró não só durante o São João. Ao todo, sua carreira registra mais de mil shows e já ultrapassa a faixa de um milhão de CDs vendidos.

Adelmario nasceu em Barro Vermelho, distrito de Curaçá, no estado da Bahia e desde criança, a música já fazia parte da sua vida. O sucesso veio de uma forma bastante inusitada. O carro que transportava as cópias do seu primeiro disco – Não fale mal do meu país - tombou próximo à cidade de Eunápolis – BA, e foi saqueado. Três mil cópias se perderam. As cópias foram parar nas mãos dos camelôs, que reproduziram o disco e começaram a vender o material. As músicas caíram no gosto popular e logo os sucessos de Adelmario Coelho estavam entre os mais tocados na programação das rádios de toda a região nordeste.

Nascido e criado no interior, Adelmario Coelho se destaca, como poucos, por trazer, em suas canções, a memória afetiva da cultura e dos ritmos nordestinos. Por isso, sucessos como “Não fale mal do meu país” desafiam o tempo e seguem como uma das músicas mais tocadas, não só por Adelmario, mas, por vários artistas em seus shows. “O neném”, “Anjo protetor”, e “Amar não faz mal a ninguém” também não podem faltar no repertório desse autêntico forrozeiro.

Em 2012, foi um ano de grandes realizações para o artista, a começar pela publicação do livro Adelmario Coelho e a cultura nordestina, concretização de um grande sonho. Lançado no teatro Eva Herz, na capital baiana, com o espaço lotado, teve uma parte dos exemplares reservada para distribuição em escolas públicas, e o restante da edição disponibilizada para venda, já com tiragem esgotada.
Na turnê junina de 2012, gravou seu DVD promocional durante o Forró Caju. Em agosto do mesmo ano, comemorou 18 anos de carreira, realizando a 1ª edição da Festa do Coelho, com a participação especial de diversos artistas. Ainda em 2012, o artista participou de grandes festas como o São João do Cerrado, em Brasília e a comemoração do Centenário de Luis Gonzaga, em Exu, Pernambuco.

Em 2013, o show que será levado para 40 cidades do estado da Bahia durante a turnê do São João, foi preparado cuidadosamente para fazer de cada apresentação um grande espetáculo para o público. Na a abertura dos shows, Adelmario Coelho alia o moderno ao tradicional numa mistura de ritmos que envolve elementos da salsa, do zuck e do samba de gafieira, inseridos também na coreografia dos bailarinos e na cenografia. O encerramento terá uma homenagem a Luiz Gonzaga e Dominguinhos com músicas coreografadas ao ritmo da dança árabe e ao tradicional forró pé de serra. O forrozeiro Aliado a isto, Adelmario Coelho mantém sempre vivo o encanto do triângulo, da sanfona e da zabumba, base do tradicional forró.

Playlists relacionadas

Contrate

William Coelho

(71) 3341 - 5888 | (71) 8138 - 8919http://www.adelmariocoelho.com.br
Home