Alcides NevesDescampado
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
Iniciando música ~ em
    1 / 2

    Descampado

    Alcides Neves

    descampado


    Quadros-verdes das campinas
    qual as saias das meninas
    girassóis ao sol
    contentes pedras-polidas
    surdas ao canto e cantigas:manhã
    discretas formas no ar
    borboletas a voar
    e os primeiros urubus
    ah, dia mau
    ah, dia mau
    será que o meu boi morreu?
    será que ele se escondeu?
    será que a cobra mordeu?
    será que a onça comeu?
    nevoeiro de desgraça o silêncio traz
    pé na estrada é quase em vão
    pingo d’água no sertão
    mas sem calo e sem semente não exala a flor na mão
    nem chegava homem na lua
    nem no escuro esta canção
    que o homem é parte do fruto da cova que fez no chão
    botas-foice-espinho bruto
    vou em busca do boi fujão.
    Fortes águas nas vertentes
    superabundância -enchentes
    e o ano que vem
    pode levar muitas vidas
    retirantes nas veredas sem fim
    mas a terra é como a mãe
    amor por ela se tem
    florestas morrem de pé
    ah...vou ficar
    ah...vou ficar
    será que o meu boi morreu?
    será que ele se escondeu?
    será que a cobra mordeu?
    será que a onça comeu?
    nevoeiro de desgraça o silêncio traz
    pé na estrada é quase em vão
    pingo d’agua no sertão
    mas sem calo e sem semente não exala a flor na mão
    nem chegava homem na lua
    nem no escuro esta canção
    que o homem é parte do fruto da cova que fez no chão
    botas-foice-espinho bruto
    vou em busca do boi fujão

    Músicas mais acessadas

    Fotos (1)