Cabezas Flutuantes

EstiloIndie
Cidade/EstadoBelo Horizonte / MG
Plays23.878plays
VER TODAS AS MÚSICAS
Ver mais vídeos

Comunidade

OuvintesSICALDO JOSÉ DE PAULA JUNIOR e outros 105 ouvintes
Fã-clubeRafaella Rodi e outros 16 fãs

Comentários

Filtrar Por:
Diego HemetrioVoz, Teclado, Guitarra
Geraldo PaimVoz, Baixo
Carou AraújoDançarino(a), Voz, Teclado, Programações, Guitarra
Ver mais integrantes

Release

O Cabezas Flutuantes surgiu em 2011 com a proposta de misturar música popular e música experimental. Em outubro de 2013 lançaram seu primeiro álbum, “Registro”. O debut da banda, que apresentou ao público uma sonoridade ímpar, repleta de texturas, sons inusitados e originalidade, figurou nas listas de melhores discos, sendo escolhido entre os 50 grandes lançamentos virtuais daquele ano pelo site Scream&Yell. Neste mesmo ano foram lançados 2 videoclipes: Because I Know & Demian. Em 2014 foram selecionados para participar do projeto Rubber Tracks da Converse onde gravaram uma música inédita em um estúdio profissional tendo como produtor Jean Dolabella (ex-sepultura). Gravaram também duas músicas ao vivo e uma entrevista que está disponível no site da Revista Rolling Stone Brasil. Se apresentaram nos festivais mais importantes de Belo Horizonte: ConexãoBH, Palco Ultra, FUROR e Mostra Arte Sônica.

O grupo lançou em março de 2016 o álbum “Experimental Macumba”. O pré-lançamento se deu em Austin, nos EUA, no Festival South by Southwest (SXSW). O disco destaca mais composições da parceria firmada entre Carou Araújo e Fábio Cardelli – que também assinam a produção do trabalho - e desloca o universo noise/pop/experimental característico do primeiro trabalho para paisagens sonoras mais tropicais. Neste mesmo ano foram lançados 2 videoclipes: Di Menor e Rela (parceria com Rafael Castro).

No fim de 2016 os Cabezas partem para um turnê no Cerrado incluindo shows em Brasília (Teatro Dulcina), Anápolis (Centro Cultural Joana Dark) e Goiânia (Festival Vaca Amarela, invasão no show do Rafael Castro). Neste mesmo ano, se apresentam na Virada Cultural de Belo Horizonte.
Depois de um hiato de um ano, os Cabezas Flutuantes voltam com todo o gás, com 2 novos integrantes num delicioso show apelidado Acústico MTVchamanóis na 21a Mostra de Cinema de Tiradentes. Logo em seguida tocaram ao lado de Odair José em Belo Horizonte. Em 2018 fizeram um show em homenagem à Tropicália dividindo palco com Karina Buhr e o mineiro Marcelo Veronez.

Neste momento trabalham na composição do terceiro disco da banda com previsão de lançamento para 2020.

Uma palavra define bem os Cabezas Flutuantes: DESEJO!
Para este álbum apresentamos ao público uma sonoridade que varia entre os ritmos brasileiros como o samba, carimbó, axé, mpb, misturando com elementos eletrônicos mais refinados e outros ruídos que venham a aparecer em uma esquina desta viagem repleta de texturas e espontaneidade. Essa pesquisa que traz ritmos das nossas raízes, de gerações passadas que continuam bastante vivas, não por acaso. Sempre lembrando do desejo, de experimentar, absorver o diverso e estar em constante mutação. Este mesmo desejo nos leva a um trabalho mais político, abordando em algumas músicas questões que tocam o nosso cotidiano e que nos reprimem. Buscamos trabalhar sempre com muita leveza e humor, mas não se surpreendam se encontrarmos formas mais intensas para expressar o que é sentimento pulsante e nos faz sentir onde a ferida dói.

Playlists relacionadas

Contrate

Carou Araújo

(31) 2511 - 0122 | (31) 9743 - 0082http://cabezasflutuantes.com.br/
Home