Carla Visi

EstiloAxé
Cidade/EstadoSalvador / BA
Plays1.877.844plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comunidade

OuvintesCarlos Batista e outros 7.194 ouvintes
Fã-clubeRodrigo Correa Da Rosa e outros 746 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

CARLA VISI


Desde a infância, a menina Carla Virgínia Soares Fernandes demonstrava imensa aptidão musical. Entusiasmada, ela imitava grandes nomes da música popular brasileira, como Elis Regina, Maria Bethânia e Gal Costa, recebendo imenso apoio dos familiares, já que herdara este dom da sua bisavó Etelvina, da sua avó Lindalva e da sua mãe, Inaía. A medida em que o tempo passara, Carla foi amadurecendo e desenvolvendo cada vez mais o seu dom.

Na adolescência, costumava cantar em reuniões de amigos do colégio e do bairro. Aos 17 anos, devido ao grande incentivo e insistência dos colegas, subiu ao palco de um barzinho e deu a sua primeira "palhinha". Palhinha esta, que foi o ponto de partida para o início de uma belíssima jornada musical. Seguindo uma herança musical da família, Carla deixara de ser chamada de Carla Virgínia e passara a ser conhecida como CARLA VISI.
Durante a sua fase de barzinhos, Carla contagiou as noites soteropolitanas, conheceu diversos colegas hoje consagrados, como Daniela Mercury e Durval Lélis, além de aprender muito desse meio artístico. Foi nessa época também que cantou pela primeira vez num trio elétrico a pedido do cantor Durval Lélis e, assim, passou a fazer vocais para Cid Guerreiro e para o Trio Armandinho, Dodô & Osmar. Neste período, ainda dividia o seu tempo entre a música e os estudos , pois encontrava-se cursando a FACOM - Faculdade de Comunicação da Ufba - sendo acadêmica do curso de Jornalismo.

Dos barzinhos, Carla partiu para a Companhia Clic como substituta de uma colega da época dos barzinhos, a cantora Daniela Mercury. Nos seus anos de Companhia Clic, deslocava-se constantemente para o Sudeste, já que, na Bahia, o mercado encontrava-se fechado para o estilo musical mesclado da banda(pop-rock). Na Clic, Carla gravou dois Cds.

Em 1995, Carla Visi foi surpreendida por uma proposta musical maravilhosa: substituir a cantora Márcia Freire na BANDA CHEIRO DE AMOR. Inicialmente, Carla hesitou por não acreditar que Márcia , cantora consagrada pela banda, muito querida e conhecida na Bahia, fosse realmente sair do Cheiro. Além disso, não queria deixar na mão seus companheiros da Clic. Contudo, a saída da Márcia foi confirmada e a Companhia Clic terminou por se desintegrar, fazendo com que, em 1996, Carla agarrasse a proposta do Cheiro com coragem e determinação.

No Cheiro de Amor, Carla alcançou respeito, fama e prestígio. Conquistou milhares de fãs em todo o Brasil com seu carisma e timbre perfeito, além de proporcionar à Banda Cheiro reconhecimento em território nacional e em terras estrangeiras, como, por exemplo, Portugal. Na terrinha, o Cheiro contabilizou milhões de cópias de Cds vendidas, conseqüentemente, um disco de diamante. Incendiou ainda o carnaval da Bahia e os carnavais fora de época em todos os cantos do país, sendo, por muitas vezes, considerada como melhor cantora destes carnavais.
Gravou com o Cheiro quatro Cds: " É Demais Meu Rei", "Cheiro de Amor Ao Vivo", "Me Chama" e " Cheiro de Festa", fazendo também participações nos Cds: Axé Caê! Jovens Artistas Baianos Cantam Caetano, Forrobodó, Tropicália 30 anos, Ficar Com você, Casa de Samba 3 e A Arca dos Bichos. Carla Visi estreou ainda no cinema, fazendo participação especial num filme da apresentadora Xuxa, o "Xuxa Requebra" e iniciou seus projetos de preservação ambiental. A sua trajetória de muito sucesso e aprendizado no Cheiro de Amor durou quatro anos - de 1996 a 2000.


Em setembro de 2000, Carla assinou o seu afastamento definitivo da Banda Cheiro por almejar uma maior liberdade musical. Em outubro desse mesmo ano, Carla lança-se em carreira-solo com uma belíssima apresentação num teatro na Cidade do Salvador. "Canto Para Natureza" foi o título dado a este maravilhoso espetáculo, que rendeu muitas críticas positivas por parte da mídia, dos artistas e público presentes.

Carla Visi entrou em estúdio para gravar o seu primeiro CD solo em homenagem ao mestre baiano Gilberto Gil, dirigido por Marco Mazzola, sendo produzido pelo selo MZA/Universal.
CARLA VISITA GILBERTO GIL - SÓ CHAMEI PORQUE TE AMO - foi o resultado de três meses de gravações. Carla selecionou preciosidades de Gil que, de alguma forma, tinham ligação com o seu jeito de ser, com a sua maneira de ver o mundo, evitando, entretanto, regravações já feitas por cantoras ilustres como Zizi Possi e Daniela Mercury e, ao mesmo tempo, proporcionando aos seus fãs(maioria jovens) uma maior aproximação com a vasta obra de Gil. Saiu assim, um CD de alta qualidade, produzido com muita dedicação por profissionais e arranjadores de peso: César Camargo Mariano, Zeca Baleiro, Cesário Leoni, Lincoln Olivetti, Ramiro Mussoto, Ricardo Leão, Luciano Calazans, Gerson Silva e Radamés, que souberam explorar toda beleza e magnitude da voz de CARLA VISI.



"CARLA VISI POR TODO CANTO"

Por todo cando é o segundo disco solo da carreira de carla visi.Totalmente independente foi todo produzido pela própria cantora e teve a direção musical de André T. O disaco foi gravado em Salvador, e é o resultado de mais de dois anos de pesquisas de ritmos e sonoridades. Nele Carla mostra ao público o amoadurecimento musical por que passou e expressa seus gostos além de grande versatilidade musical e de interpretação.
É um trabalho sem rótulos, que mistura estilos e ritmos.
Passeia pelo som contagiante dos tambores do Olodum, pela força da música da mãe África, pela batida do maracatu do nordeste, pela alegria do axé da Bahia, pelos lindos versos de Capinam e roberto Mendes exaltando as belezas de Salvador, pela reverência aos Santos da Igreja Católica e o respeito ao Candoblé, e o amor cantado nos versos de Guilherme Arantes, o suingue gostoso de Gerônimo e Saul Barbosa, o samba, o reggae, o rock, enfim uma celebração à mais pura Música Brasileira.

Playlists relacionadas

Contrate

Carla Visi Shows

(71) 8886 - 6011http://www.carlavisi.com.br
Home