Crânio Preto

Crânio Preto

Cidade/EstadoSão Paulo / SP
Plays997plays

Comunidade

OuvintesWerlissondossantos e outros 2 ouvintes
WerlissondossantosWerlissondossantos
Fã-clubeMANO ÁLA Rapper ORIGINAL RAP CEARENSE e outros 18 fãs
MANO ÁLA Rapper ORIGINAL RAP CEARENSEMANO ÁLA Rapper ORIGINAL RAP CEARENSEMANO ÁLA Rapper ORIGINAL RAP CEARENSEMANO ÁLA Rapper ORIGINAL RAP CEARENSEMANO ÁLA Rapper ORIGINAL RAP CEARENSE

Comentários

Filtrar Por:
Escreva um comentário
Imagem de ComunicadorComunicadorVoz
Imagem de IntelectoIntelectoVoz
Imagem de OpoetaOpoetaVoz

Release

O grupo Crânio Preto nasce em novembro de 1996 com a finalidade de levar à informação para o hip-hop, abordando no repertório letras de posição humana, política, social e racial. O grupo é formado pelos integrantes Comunicador, Intelecto e OPoeta, juntos, buscam em alertar a população sobre as ações de estrangulação do governo nacional e internacional. Fomentaram o fanzine %u201CREVOLUÇÃO IDEOLÓGICA%u201D, entre os anos de 1997 e 1998, estiveram em vários eventos como no CEDECA RAP (São Matheus), Clube do Rap (realizado pelos Alvos da Lei), Clube do Rap (antigo Xereta feito pelo K L Jay e P3) ambos em Diadema, Tendal da Lapa (Lapa), Casa Chico Sciense (Ipiranga), Casa de Cultural de Santo Amaro (Santo Amaro), Festas da GRIOT, por último, tomaram parte na homenagem a %u201CZUMBI dos Palmares%u201D, que é realizado no dia 20 de novembro. Contribuiu no álbum da %u201CMuralha Negra%u201D, na música %u201CPredestinada a Lixeira%u201D (vocal do OPoeta). No ano de 1999, lançaram, o EP chamado%u201Cwww.crâniopreto/prisioneiros.com.br, distribuídos para algumas personalidades do hip-hop. Logo depois, o Poeta mostra para o cenário o seu single chamado %u201COS Sete dias da Semana%u201D, que foi aceito pelo público. Com isso, o integrante o %u201CComunicador%u201D, colaborou em divulgar outros trabalhos no programa %u201CHIP HOP NO AR%u201D com o hip-hop alternativo. Também, fez parte da organização do %u201CHIP HOP RAIZ%u201D realizado no Acervo da Memória do Viver Afro-brasileiro que teve a presença do Xís, DMN, Posse Mente Zulu, Dj. Fábio F (breakbeat) entre outros. Já, o Intelecto experimenta em criar musica eletrônica e conhecer outros gêneros de beats que sejam utilizados ao hip-hop.

Playlists relacionadas

Contrate