Danillo Dosse

EstiloArrocha
Cidade/EstadoSalvador / BA
Plays3.665plays
VER TODAS AS MÚSICAS

Comunidade

OuvintesFunki like e outros 2 ouvintes
Fã-clube e outros 0 fãs

Comentários

Filtrar Por:

Release

Desde criança percebi minha aptidão para a música. Os ritmos baianos já pulsavam em minhas veias. Nos anos 90 o que mais estava em evidência era o samba-reggae, o axé, o merengue portanto minha primeira inspiração foi o ritmo percussivo do Olodum e da Timbalada. Eu era fissurado em tambores e aquela grandiosidade dos blocos afro. Meu sonho era fazer parte do Olodum mirim ou até mesmo da Timbalada. Me matriculei numa escola de música e assim fui apresentado as técnicas percussivas e novos ritmos, conseguindo aprender a tocar e explorar diversos instrumentos, como congas, timbales, pandeiro, repiques, trio de surdos e etc.

Resumindo, eu tirava som de qualquer superfície interessante que estivesse ao meu alcance. Fui chegando na minha pré-adolescência e a curiosidade por melodias e canções mais refinadas da nossa música popular brasileira foi aumentando. Meus pais sempre tocaram violão, Presenciei verdadeiras rodas de viola, regado a essas canções devidamente instigantes. Automaticamente comecei a ensaiar alguns acordes no violão, sendo incentivado por todos da família. Daí em diante não mais parei. Aprendi cavaquinho, a dedilhar no contrabaixo, e meu repertório de canções foi aumentando. Como todo bom baiano minhas influências advinham de cantores como Caetano, Gil, Maria Bethânia, Moraes Moreira, Luiz Caldas. Permeava entre a Jovem Guarda e Bossa Nova, Rock clássico, galgando informações e novos acordes.

A timidez foi um fator limitador no sentido de explorar minha veia artística no momento de expor para as pessoas. Daí a dificuldade em tomar a decisão de iniciar a carreira. Aos vinte anos entrei na faculdade, me formei em Psicologia. Mas a vocação para a música sempre falou mais forte. Com a maturidade, a segurança e o desejo, a vida nos leva a rumos por demais construtivos. Ao estar no processo de vencer a timidez, cada vez mais acreditando no meu potencial, fui estudar canto, fazer teatro, e comecei a rabiscar composições.

Playlists relacionadas

Home